Ausência

Onde esta a tua pegada que não do lado da minha? Onde esta o teu cheiro que me guiava? Eu não me sinto só, não é a solidão que me aflige. Sinto a tua ausência. Engasgo a voz e embaço a vista quando penso que não esta mais ao meu lado. De qualquer maneira se parar pra pensar nos que escolhemos assim, mais eu que você, é verdade! Mas o que de fato você fez? Se não ficar inerte? Que o amor existe até a mais de distante e amarga das criaturas pode enxergar.
Hoje, mas que nunca, sei que amar apenas não basta. Em vez de um amor daqueles em que um só vê e se vê no olhar do outro e preciso que os dois vejam a mesma coisa ou pelo menos parecido. Olhar apenas um pro outro nos fez seguir caminhos opostos, nos distanciou!
A cada reconciliação mais magoa e pra mais longe seguíamos. Sinto a tua falta e recordo com o pesar da perda de todos os momentos que nos vivemos, que amamos. Apesar disso sei que viverei ainda tantas aventuras, as quais você jamais toparia! Não digo que serei mais feliz em todos esses momentos, mas quase com certeza eles serão mais intensos. Até pela falta do medo de magoar e ser magoado. Sei que perfeição não existe, mas por algum motivo eu busco e as vezes até encontro em ti. 
Não importa que eu saiba que é assim que tem que ser. Não adianta ficar sem te ver. Porque você não sai de mim! O tom da tua voz ao dizer que ama, mesmo quando com raiva você me dizia de forma serena. O teu cheiro sem artifícios, que me remetia desejo e que impregnava todo o meu ser e o meu existir. Isso não da pra esquecer, não da! Talvez eu nem queira.
E não me importa que tenha passado, pra mim o importante mesmo é que nos existimos. E nada nem ninguém vai nos tirar um do outro. Porque mesmo de longe, mesmo imparciais a vida e aos amores um do outro, dentro de nos temos certeza que temos um ao outro.
Eu tento fugir desse amor por ele me parecer tão suficiente que me remete a acomodação, a falta de vontade de conhecer o novo. Eu corro de ti porque sei que você irá muito mais longe sem a minha presença e é isso que eu quero.
Quem sabe a gente se esbarra por aí e mesmo sentindo a sua falta espero que demore. Eu ainda não sei pegar a sua onda, nem você sabe dançar no ritmo da minha música e mesmo assim sei que te amo e mesmo assim te quero longe.

0 ...:

Postar um comentário

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates