Quase...


Estou aqui sentada à mesma mesa que em cinco anos sentei, quase como um ritual de descanso entre as bobagens de um professor e o meu desinteresse contínuo.
Outrora pensava em meu futuro brilhante, em meu alto salário e em devaneios amorosos de adolescência. Hoje apenas aqui! Depois de cinco anos de semi-luta, muitas aventuras e desventuras ainda estou aqui com as mesmas coisas inacabadas. O vento que bagunça meu rosto costumava anunciar-me novidades e reviravoltas na minha “vida mexicana”. Idas e vindas, novos amores. Hoje ele me lembra calma.
O aspessor continua a irrigar a grama que luta pra ser verde no meio do semi-árido, já eu sinto que desisti de lutar e se não desisti nesse momento me sinto cansada demais das mesmas lutas vãs e de sempre chegar a lugar algum.
Decidi concluir meus vários projetos falhos, tentar curar as feridas da infância e mais ainda tentar acalmar meu coração. Já decidi tanta coisa. Penso em acertar em meus novos projetos, baseando-os nos meus sonhos, perdoar e entender minha família, ser mais caridosa e tentar aceitar a vida como parte de um aprendizado maior.
O fato é que não da pra simplesmente fugir! As responsabilidades só aumentam, a cada dia, a cada conquista que não fiz questão alguma que ter.
Chamo a liberdade e busco sempre minha felicidade e tem dias que as vejo tão longe e têm outros em que quase consigo tocá-las. Quase...

0 ...:

Postar um comentário

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates