Meu final feliz

Eu lutei, lutei, falei o pior que podia, menti sentimentos e forjei alegrias, mas sempre acabei nos teus braços! Não importam os amores e as promessas quebradas, não importam tuas ausências ou meu desespero. Chega a parecer loucura.
Hoje pensei que deve então ser isso o amor. Se não for, não há mais o que seja. Porque não adianta com quem ou onde eu esteja o meu pensamento sempre esta em você, seja quando no meio da noite acordo e lembro que era muito mais lindo quando eu via você do meu lado ou quando estou em algum lugar maravilhoso e penso: “Se estivesse com ele não estaria aqui”.
Estar com você sempre me assustou, pois quando sinto o teu beijo esqueço de querer falar inglês com um amor londrino, quando diz que me ama acho maior que escrever dez livros e quando te sinto em mim, sinto-me tão completa que nada mais anseio.
Era realmente assustador, imaginar que daqui a uns vinte anos eu poderia ter uma crise existencial e pensar em todas as coisas que havia pedido por ter escolhido casar e ter filhos, por ter escolhido o amor da minha vida ao invés da minha vida. E pensaria em todos os lugares que eu não conhecera e em todos os sabores que não provara.
Nem tanto tempo se passou entre a ultima vez que realmente namoramos, fomos noivos ou qualquer coisa desse tipo, um ou dois anos, talvez um pouco mais, mas já consigo perceber quão boba eu fui.
Depois de reclamar inúmeras vezes do teu silencio percebi que palavras de mais me irritam e me fizeram não prestar atenção no que tinha a falar outro apaixonado, você também me impressionou algumas vezes ao falar com segurança e clareza coisas que eu não queria ouvir. Disse inúmeras vezes: “porque você não sai com seus amigos?” “Porque você não gosta de festas como todo mundo?”, quanta bobagem eu falei, quis você como a maioria quando o que há de melhor em você é a diferença.
Ou talvez nem tão boba assim... uma criança madura demais e temerosa demais. Não tivesse te deixado jamais saberia o gosto de sentir a sua falta do meu lado ao ver um por do sol ou a lua cheia. Não teria sentido o vazio da minha vida sem você. E pior, poderia hoje estar notando que não te amo mais.
Engraçado mesmo o amor, engraçada a vida... Hoje mesmo depois de ter sido julgada por tantas escolhas, mesmo sem ter realizado tantos sonhos, percebo que não consigo viver longe de você. Não sei nem ao menos dizer o que me faz falta. É você, só você, quando me ama ou quando diz que não ama mais, mas deixa o olhar passar que é mentira.
Sinto sua falta como um dia já senti do novo. Boba mesmo eu fui por ter tido dúvida do que eu sentia e mais ainda sou hoje por não conseguir te dizer que ainda sinto e que na verdade nunca saiu de mim.
Você me diz que ninguém me amou como você e eu prefiro te deixar na dúvida, mas uma coisa eu afirmo, hoje, sem medo algum de errar, que você sempre foi meu grande amor, e nem sequer por um momento consegui tirar você do meu pensamento e dos meus planos, nem que às vezes fossem longínquos e fantasiosos. No meu final feliz sempre foi você lá do meu lado!

2 ...:

m frank. disse...

que post lindo, flor. me indentifiquei muito com "Eu lutei, lutei, falei o pior que podia, menti sentimentos e forjei alegrias". mas tudo bem... vai passar. afinal, http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=39819916.

beijo!

Mayara Mader disse...

Apezar de estar na primeira linha, essa foi a ultima frase que escrevi...rs
Não consigo ver a comunidade.. >(
Estou calma e paciênte... que é pra ser nosso ninguelm tira!

Postar um comentário

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates