Fiz 30 anos e nem doeu

Eu tinha um medo danado de fazer trinta anos... mas não era o fazer exatamente. Era chegar nos trinta e não ter feito nada, não ter construído nada, não está em forma, sei lá... tinha medo de ser um fracasso. Mas tem uma coisa que a gente não se dá conta no caminho da vida. Tudo vai se resinificando. 
O sucesso agora não é igual ao que eu imaginava quando tinha 20 anos. Eu pensava: "Com trinta vou ter dinheiro, um carro e uma casa. Vou trabalhar pra caramba e viajar o mundo". hahaha Sim, é engraçado. Da onde que uma pessoa que trabalha muito tem tempo pra viajar e onde já se viu alguém que não trabalha ter dinheiro para isso? Aquele eterno paradoxo. Eu queria ter tudo e tinha certeza que teria. O mais louco é que com o passar dos anos o sucesso foi deixando de ter o sentido do ter e passou a ser o sentido do ser. Sabe como é? Ser feliz. 
Fiz trinta anos: "Não tenho carro, não tenho teto e se ficar comigo é porque gosta" hahahaha, mas sabe o que eu tenho? Paz! Amor! Verdade! Fazer trinta anos não dói, e sim, essa é a idade do sucesso! Tenho um companheiro maravilhoso, uma família extraordinária e amigos surpreendentes. Estou convicta de que não existe forma mais preciosa se ser bem sucedido do que ter o amor deles todos os dias, perto ou longe. Que venham os "enta"...

De repente 30, estrelado por Mayara Mader


         Por que é tão difícil pra uma mulher fazer 30 anos? (pelo menos pra maioria) Pra mim parece claro! Por todas as cobranças que pesam sobre uma mulher de 30. Já casou? Teve filhos? Oh! Não vá depender de marido! Já é formada? Está em forma?Porque depois dos 30, já sabe, né? Que saco!
         Quando eu tinha 15 anos,tinha uma imaginação bem fértil e os 30, pra mim, era um sonho já palpável! Eu já sabia como seria: Um sucesso! hahahahaha Sim, eu fiz uma porção de coisas que imaginei naquela época, porque sou determinada e infinitamente abençoada, mas outra infinidade ficou pelo caminho. Não tenho os bens materiais que imaginei  e estou uns 20 kg acima do peso, mas posso dize que estou muito orgulhosa de mim.
         Tenho amigos de uma vida inteira, digo "eu te amo" pra minha família sem medo e ouço na mesma proporção, o que mais eu podeira querer? Na verdade, muita coisa! Eu quero muito mais. E parece que agora, ao chegar nessa data, como um marco divisor, me ronda a cabeça a pergunta: E agora? É como se eu tivesse chegado na hora da virada, a hora de começar a colher. Sim, dá um medo danado.


"Se eu soubesse antes o que sei agora erraria tudo exatamente igual"
Engenheiros do Hawaii.

Rapte-me camaleoa...





Aquela maquiagem que eu faço pra ficar linda, sem parecer que eu estou muito maquiada... Ao som de Caetano. Com, base, pó compacto (um da minha cor e um mais escuro), "corretivo", gloss, delineador, mascara de cílios e cílios postiços de imã!!! Já ouviu falar nesse cílio? Depois vou fazer um vídeo só falando dele.

Espero que gostem.

Em todas as redes: @mayaramader

Felicidade asiática


Outro dia, num dia comum enquanto voltava para casa, cruzei com uma garota de feições asiáticas. Ela vinha saltitante, com um sorriso lindo no rosto. Como se algo que ela muito almejasse tivesse acontecido, mas não uma surpresa, sabe? Era tipo uma satisfação! Vinha ela com um óculos meio "nerd" e uma pasta vermelha numa das mãos, a outra mão estava de punho fechado e fazia um movimento de puxar o braço para trás, como se dissesse: "Yes!".
Talvez estivesse saindo de uma entrevista de emprego, ou tivesse tirado uma boa nota naquela matéria terrível - hidráulica? -, ou, quem sabe recebera um convite daquele carinha que ela taaaanto queria. Eu nunca vou saber! Mesmo assim sorri junto com ela, cheguei em casa com aquela felicidade incipiente e ainda com um sorriso no rosto, meu marido sorriu para mim ao me ver sorrindo e de tão animados chamamos alguns amigos a noite e sorrimos todos juntos.
Sempre fio maravilhada com o poder de um sorriso e com a simplicidade que é ser feliz! E nesse momento só desejo que VOCÊ ao ler esse texto esteja sorrindo, assim como eu estou agora ao escreve-lo!

Um futuro diferente... (Ou seria uma visão?)

Você me veio como um sonho bom....
Hoje eu acordei e não tinha mais quinze anos. Estava deitada numa cama grande, num quarto friozinho de ar condicionado. E pensei "onde eu estou?", como foi que o tempo passou assim tão rápido? Do meu lado havia um lindo homem que estava acordando.. Ele sorriu, me abraçou e fechou os olhos novamente se aconchegando mais um pouco. Foi bom.
Olhei ao redor, tinham porta retratos por toda a parede, Paris, Jericoacoara, Cumbuco, Rio de Janeiro, Porto de Galinhas, Brasília.... Fotos de infância, minhas e daquele estranho. O azul do quarto me transmitia uma paz que parecia que ia durar eternamente enquanto eu pudesse permanecer naquele abraço.
O bipe do celular tocou, ele abriu os olhos novamente e me beijou sorrindo, levantou da cama e entrou em outro compartimento que parecia ser o banheiro... Tudo estava muito silencioso, a pouca luz que entrava no quarto tornava a cena ainda mais bonita, mas como eu tinha chegado alí?
Levantei na ponta dos pés e fui até a cozinha preparar um café, de maneira quase mecânica, quando de repente eu sinto aquelas mãozinhas pequenas abraçarem minha perna dizendo docemente "bom dia mamãe!"... Da área ouvi um latido rouco, era um cachorro velhinho, gordo e com uma carinha de cansado. Eu não tinha a mínima ideia de como a minha vida tinha chegado naquele ponto. Será que eu tinha viajado muito? Ou escrito livros maravilhosos? Mas sabe nada daquilo que eu lembra parecia fazer mais sentido do que a cena que eu estava vivendo naquela manhã confusa. Então, não importava mais o que tinha acontecido, como eu tinha chegado, apenas sentia que estava no lugar certo.

Texto de 2013. #Repost

E agora?

Hoje uma amiga minha do trabalho foi demitida. Foi tão triste! Ter que me despedir, pensar que vamos nos distanciar e principalmente me entristeceu pensar, no que ela fará de agora em diante! E agora?
Ela não tem ninguém verdadeiramente por ela! Eu sei que parece cruel colocar dessa forma, mas é isso que eu vejo. Ela é órfã, foi criada pelos avós, já idosos ( a avó está internada a mais de um mês), sofreu maus tratos dos tios e tias e rispidez da avó durante toda a infância e adolescência. Hoje mora só!
E agora, logo agora que ela estava tão animada, tenha recebido um aumento , esta começando um novo relacionamento e ingressou na faculdade que sempre quis, aconteceu um negócio desses.E agora? É a pergunta que não sai da minha cabeça. Eu me sinto tão abandonada às vezes e tenho tanta gente do meu lado... Não sei o que dizer a ela nesse momento...


Esse é um texto antigo que achei no meu pc.. 
Esse momento me fez ver o quanto eu devo apenas agradecer todos os dias!!! :)
Pare de reclamar e olhe a sua volta... Viva e tente fazer o melhor, pessoas com muito mais dificuldade conseguem, são felizes e agradecidas. 
Você tem a escolha todos os dias de sorris ou de chorar. Eu prefiro sorrir
 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates