Sinto muita falta de você Paizinho...

Eu ainda consigo lembrar como minha infância foi linda e feliz... Como era ter os meus pais ao meu lado e ter a certeza de que tudo seria bom sempre. Eu demorei mais que o normal, eu acho, pra perceber que não ia mais voltar. Que não seriamos de novo eu, meu pai, minha irmã e quantos irmãos mais eles quisessem me dar. Deixei de tentar de tudo pra eles voltem, de me lamentar e de chorar aos berros de tanto desespero porque não dava certo, quando olhei todos os meus irmãos filhos de outras mães e pais e vi que nada era melhor do que eles na minha vida e que meu pai e minha mãe não tinham mais nada a ver um com o outro. Mas sabe o que sinto realmente falta hoje é de estar na casa na sua casa, pai e sem querer dizer ao telefone " Tô aqui em casa", mesmo depois de já ter a minha casa com meu marido. Mas como se não é isso que sinto? O sr. nunca veio a minha casa e eu não vou mais à sua porque me sinto uma intrusa ao mesmo tempo que faço outras pessoas se sentirem assim só pela minha presença. 
Sei que a vida continua, mas eu sinto tanta falta de você, do meu herói. Não queria que sua vinda aqui em casa fosse um evento cheio de dedos, queria que fosse algo simples e corriqueiro, que você me incluísse nos seus planos, sabe? Eu cresci, casei, fiz a minha vida tentando precisar o mínimo possível de você, mas que filho não quer ser uma eterna criança aos olhos do pai? Estou muito triste hoje... Sinto uma falta enorme do meu Zinho, mesmo o vendo quase todos os dias.
Pai não deixa as coisas ficarem assim, não se afasta de mim... Por favor, não deixa de ser meu melhor amigo.. Eu te amo muito, do tamanho do mundo e muito mais, pra sempre.
 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates