O devagar do tempo....

Hoje ao andar sozinha por uma rua escura de um lugar em que nunca havia pisado antes tentei pensar em coisas importantes, em futuro ou em quão legal era estar alí fazendo nada em lugar algum de Paris. Senti-me realizada e no mesmo instante vazia. Fui correr pra ver se o frio passava, pra tentar me enganar achando que perdi algumas gramas de todas as bobagens que tenho comido e talvez pra não pensar tanto assim em você.
Pensei no Louvre, em Notre Dame e reparei naquelas folhinhas estranhas que não paravam de cair. Aquelas da bandeira do Canadá.. também lembrei da minha prima que mora por lá. O pensamento divagou enquanto meus pés corriam. Olhei algumas camisetas em promoção e um sapato lindo que talvez compre amanhã. Tentei fugir daquele sorriso e da ausência que eu sentia da tua voz alta que tantas vezes mandei mudar o tom. 
O teu calor faz falta aqui e não importava o quanto eu apressasse o passo ou diminuísse a marcha. Não sabia se sentava na praça sozinha ou se entrava num bar e tomava uma dose. Nada importava, até a música que tocou no fone me trouxe você. Eu não reclamei, só queria parar de senti a tua falta. Pensei em correr de olhos fechados, em tentar imaginar a praia que a gente sempre vai. Mas sabia que não ia adiantar. Pensei em você repetindo "eu gosto da minha vida!" e lembrei que eu também gosto, só que não consigo apenas ficar.  Como se os ventos, o tempo e a luz do mundo estivessem sempre a me movimentar.
E não importa que aqui no frio o tempo passe devagar, que eu tenha tantas e quantas coisas que eu queira à olhar... você continua me fazendo muita falta.
a MÚSICA QUE TOCAVA : 

LONGE - Marcelo Jeneci (letra e vídeo) 


Onde é que eu fui parar, aonde é esse aqui? Não dá mais pra voltar por que eu fiquei tão longe… Tão longe…

Vai dar certo...

Pra passar de sonho pra realidade, esse meu momento  breve, porem mágico, tive que trabalhar 4 anos, tentei aprender inglês por 3 e nunca deixei de sonhar..
Eu tive sim que abdicar de muitas coisas. E a mais dura delas foi o amor. Pra mim que amo amar, escolher uma vida de não satisfações, de idas e vindas sem motivo aparente, de mudanças repentinas e de sonhos aparentemente malucos não foi nada fácil... não há quem entenda. Talvez eu não entendesse.
De todos os momentos em que me senti só, perdida e que a saudade apertou, de todas as lágrimas que derramei por ter feito a escolha aparentemente errada do meu futuro, esse foi o resultado mais perfeito.
Não digo que estou sendo a princesinha em Paris, não! Eu, nos, estamos vivendo Paris. E mágica maior não há. Sonhar não dói, mas pra realizar temos que adquirir alguma feridas... Não se preocupe, as cicatrizes apenas vão te mostrar todos os dias o quanto você foi forte.

Que eu permaneça no teu abraço...


Dos milhares de corpos femininos que você encontrou na vida, nem foi de primeira a minha intenção de ser a única, mas quando o tempo passou e eu percebi o encaixe perfeito, foi só isso que desejei.
Das mulheres que você amou eu nem tão depressa desejei ser uma delas, mas quando você me olhou certa vez e me deu a sensação de que aquele sentimento era único, eu acreditei que eu era aquela mulher (nem que por um segundo).
O que fez você me notar, se o gesto, se a palavra ou o meu jeito de levar a mão a cintura, se a mecha de cabelo que cai na minha testa ou o livro que li na praia sozinha? Provavelmente eu nunca saiba, você não é muito de dizer. Você também nunca vai saber o que eu quero, mesmo que seja você.
Foram necessários muitos acasos pra que a gente se encontrasse e mesmo que você nem tenha me buscado por algum motivo eu apareci. Só sei agora que eu quero viver em liberdade perpétua do teu lado, por que longe de ti não parece mais fazer muito sentido. 
Espero nunca mais ficar presa fora do teu abraço... Por que eu te amo, acredito no seu amor e é só. Mesmo que sejamos egoístas e tudo mais, apenas por termos nos permitido a esse amor acredito que merecemos vive-lo. Porque a nossa história, nem  Freud  poderia explicar. 

"O que importa quantos amores você tem se nenhum deles te dá o universo?"
 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates