Assim.. Mayara!

Sabe aquela mulher que você ver de salto alto e óculos escuros? Aquela que sempre está com pressa, que sorri e acena, mas nunca fica, só passa? Que mora só, que nunca atrasa e sempre sorri? Sabe ela não é tão assim. 
Ela sente falta de amor de mãe, de não ter que pagar contas, de ter tardes pra ficar de bobeira. Será que alguém vê aquela que chora e sofre na noite do mesmo dia em que sorri de bobagens e fica feliz apenas com o vento que passa? Aquela que ler gibi e ajuda quem pode é mesma que apresenta trabalhos científicos e não gosta de dar o ultimo pedaço. Essa aqui oh. Olha nos meus olhos. Sei que me escondo, mas é que eu queria ser decifrada e amada assim Mayara.
Com todas essas coisas estranhas de Mayara Mader que já afastaram tanta gente. Com TPM's, egoísmos e autismos. Assim espaçosa na cama, paranoica por limpeza e de sono fácil. Essa que só assistes filmes de amor, que só ler textos de amor e só ama se for pra sempre.
A Mamá que gosta de olhar pras estrelas, que sonha em ser raptada numa noite qualquer e ama andar a cavalo. A Mayara Mader complicada e perfeitinha... essa complicação, nem tão fácil assim de entender, mas que garante a seu amor de verdade, um real amor verdadeiro. Eu!

Olha e vê

Eu não sou tão doce assim..
Não sou só risinhos e palavras de amor
Sou de verdade, a flor da pele
Também sinto dor.


Quase ninguém consegue enxergar
Mas estou aqui oh!
Olhe com mais atenção
Aqui por traz do salto alto também bate um coração


Essa mulher que decidi mostrar
Esconde a menina que sou
Menina que nem sabe amar


Fica sozinha o máximo que pode  ficar
Nunca mostra que cansou
Pra que ninguém possa notar

Teatro Natalino... (parte 20)


Tinha prometido ficar em casa nesse natal, só eu, meu cachorro e Deus! Mas não consegui deixar de me contagiar com o espírito natalino, mentira, eu não quero é que fiquem depois perguntando o porquê de eu não ter ido e não quero preocupar minha vó também, ela não tem mais idade pra isso e constantemente acha que estou em estado de depressão absoluta. 
Vou participar do teatro, mesmo achando que mais tarde ainda vou querer ficar só.  Pior que não da mais pra ficar só aqui em casa, agora divido a casa com uma amiga, e nada contra, ela é ótima, mas sinto falta da minha casa só pra mim.
Estou toda arrumada em estilo de gala: Tubinho preto , sandália alta azul e bolsa de mão...manca! Mas pra que isso, ne? Se eu estou mesmo é com uma vontade enorme de sumir. Deitar no banco de uma praça, olhar as estrelas e imaginar perto de qual delas está o planeta do qual eu caí..

Feliz natal ! How how how.. (2009)


Minha melhor terapia..

Mais uma vez aqui sozinha.. Hoje doeu bem menos que ontem, e que amanha a dor seja ainda menor. Mas não sei se quero que passe por completo. Se sumir como que eu vou saber que é tão bom que  tenha diminuído, minha memória é péssima. Ou que estar sozinha não é tão ruim quanto um dia pensei. Uma marca. Eu gosto de sentir, seja lá o que for, não gosto é da inércia.
Descobri que só gosto de música “corta pulsos”. Fala sério! O Fagner ta aqui me matando. “Nos somos cúmplice, nos dois somos culpados, no mesmo instante em que meu corpo toca o seu!”. Égua.
Ele me ligou como em todos os outros dias desde que foi embora de novo. Mas hoje gostei mais que de costume. Ele me fez sorrir, conversamos bobeiras simples, coisas diárias, que se de perto matam um relacionamento, pra quem ta longe parece mágico.
Estou aqui esperando o sono bater e rezando pra que a prova de amanhã esteja bem facinha. Acho que eu ainda vou ser monitora de estatística só pra valer esse 2 anos que ela me persegue!
Minha amiga também ligou e foi bem na hora em que eu estava chorando. Ligou pra saber se eu tinha melhorado de uma dor de estomago, foi muito bom. Mandou uma msg linda! Que seria de mim sem minhas amigas?
Tenho que levar o computador na autorizada! Logooooooo.. Porque não passa de amanhã a internet! Não vejo a hora. Mas vou ter que estipular horários para acessar, porque se não vou fazer mais nada o dia inteiro. Ficar verminosinha. Tenho mais idade não. (profetizei.. auhsuahs) Lá vai de novo o trauma de envelhecimento, e porque só tenho 21, tadinha de mim com 40... E por falar nisso ontem meu amigo Lu disse que eu parecia ter 17 anos. Quase nem dormi!
Já to ficando mais animadinha.  =) Escrever me faz muito bem mesmo! Que me desculpe meu psicólogo Dr. Carlo Manta (quem ler até pensa que é gente...rs é um menino réi), mas escrever é a melhor terapia que já testei. Não, não, acho que só perde pra beijar alguém que se ama muito e abraçar e... Pois é! Boa noite... Desejem-me sorte com a prova amanhã. 


So happy! On me...


A felicidade é uma questão de escolha...
Então faça a sua, decida ser feliz!





Pense nisso :)

Esperando...

Eu estou aqui sozinha e tudo bem. Começo a me acostumar com esse seu jeito de querer que eu decida e de tentar ao máximo não interferir em nada. O problema é que eu sempre fui muito assim também e relações de tudo se fazem com interatividade.
A gente não tem interagido muito e eu jamais cobraria isso de você. E ainda assim consigo me chatear. E talvez você só quisesse que  eu ligasse ou aparecesse por aí. E eu até acho legal isso, mas não consigo. por que talvez eu também quisesse isso de você. Sinto-me as vezes como uma invasora do seu mundo. Um mundo super escuro ainda pra mim.
Gosto de estar com você, de conversar,de te beijar... E fazia tempo que gostava tanto dessas coisas em alguém. E aí sem quer eu me vejo aqui esperando. Esperando o que? Esperando que você tenha vontade de mim, porque eu to cheia dela aqui de você.
Minha vida está se encaminhando, tenho feito coisas que gosto, me sinto calma e vejo as coisas mais claras. Talvez você tenha vindo pra eu ver que as coisas não são assim de repente, nem do jeito que eu quero que sejam sempre. E que não é porque você foi o primeiro a conseguir realmente se aproximar, que você será meu novo amor. Até porque acho que nem sei amar ainda.
Eu gosto da solidão, do meu espaço e do modo como eu penso que será minha vida. Mas agora, nesse instante, nessa tarde chata eu queria mesmo era a tua companhia.

"...me sinto perdido em erros
conto as horas pra te encontrar
minutos confusos
logo nesse meu relógio a girar..."
Sala de Estar - Concreto & Asfalto

Medo de que?

Pode parecer que eu tô fazendo charme, eu sei. Eu também acharia no seu lugar. Porque se você está mesmo na mesma frequecia que eu, sentindo o mesmo gosto do beijo, deve sentir  também que é diferente. Então era pro mundo, pro resto de tudo não existir. Era pra sermos só nos dois alí naquele momento. Só que eu estou morrendo de medo.
Nunca senti tanto medo de ser feliz... na verdade de ser feliz e logo depois triste de novo. Estou com uma sensação terrível de que nada mais pode dar certo. Aí você me beija, me pega de leve e susurra em meu ouvido e isso me faz esquecer o passado e me faz acreditar que pode ser diferente, ou melhor, que mesmo que termine seja melhor do que seria se eu não me deixasse envolver. 
É exatamente isso que eu acho, mas o medo vem não sei de onde e me faz dizer que não. Que já chega, tchau e até mais.

Tudo se mistura numa rede...

Beijo teus olhos, vejo teu cheiro e sinto tua boca. Porque contigo tudo é diferente... Digo o que tenho vontade e você sempre discorda ao mesmo tempo em que gosta de quase tudo igual a mim. Impossível não acreditar no que não se ver quando o que eu vejo hoje é tão bom e tão ao acaso. 
Na rede a gente se enrosca, beija e sente... E outra vez eu beijo teu cheiro, sinto teus olhos e olho tua boca. Como um jogo onde ninguém faz questão de ganhar. Onde os sorrisos correm soltos e a nossa maior tristeza é a hora de se despedir.
O chato é que agora eu tenho a mania de pensar em você o dia inteiro. Penso em olhar teus olhos, sentir teu cheiro e beijar tua boca. Está tudo misturado, mexendo em mim. E eu só penso em ter você aqui por algum tempo ou todo o tempo que você ainda consiga me fazer tão feliz só por ser exatamente quem você é e apenas por estar por perto.

A luz tá voltando... :)

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates