Nada vai tirar você de mim

A nossa vida continua, nos que escolhemos assim.
Meu momento mais intenso, meu amor mais inventado.
Posso hoje não estar do seu lado, mas eu sei que valeu!
“então diga que valeu...o nosso amor valeu de mais” 

Estradas que passamos, tatos banhos que tomamos...
Na loucura a gente viveu 

Em quantas fugas te encontrei,
Mais nas suas que nas minhas
Quantos beijos eu te dei
Em tantos lugares que não conhecia. 

Sua missão foi me apresentar o mundo
E me tirar do buraco fundo que eu insistia em cair 

Quem me amou de verdade ainda não conheci
Quem eu amei um dia acho que até já esqueci
E você fica aqui nos pensamentos...
E traz de volta os tantos momentos
Num simples “ele perguntou por você” 

O teu sorriso de covinha
Teu jeito moleque na pracinha
Nossos porres mal curados
Alguns ex mal amados 

Nada no mundo tirou esse nosso prazer
Motivo algum me deixa esquecer você
E nada tira você de mim...
Porque você está em mim!

Eu desejo..

Como o negro sonhou com um quilombo.
Como o pássaro preso sonha com o céu maior para voar.
Como o Brasil que odeia a política e se deixa corromper.

Eu desejo a lua e tudo que ela me provoca sentir.
Eu desejo o mundo e tu que ainda está por vir.
Eu desejo o Céu e a madrugada.

Como o caminho segue a estrada.
Como a paixão que fere é amarga.
Como tudo que é vão passa.

Eu desejo o mundo e o que ele me faz sentir.
Eu desejo aquela lua que me faz fugir.
Eu desejo estar com vc.

O meu modo de escrever

Era uma vez uma galinha pedrêz! O que seria uma galinha pedrêz? Segundo o Google: “galinha cuja pelugem é cinzenta escura, com pintas brancas”. Pra mim ela é só aquela que deu um peido pra vocês três.
Aliás, três é um numero muito interessante! Representa equilíbrio, a santíssima trindade, a democracia, já que três é o numero mínimo de pessoas para que se possa ser tomada um decisão em grupo,em que a maioria vence. Representa até sexualidade! Com o famosíssimo ménage a troes.
Em se falando de sexo os números pares me são mais instigantes. Para ser mais clara nada melhor do que a dois, de quatro. Nada contra a diversidade de gosto, é como se diz cada um tem o seu.
Eu gosto de escrever...mesmo quando não tenho nada a dizer de importante, acho que deu pra notar heim? Pra mim, escrever flui como pensamento. Vem segmentado e termina totalmente diferente de quando começou. O melhor é que se eu quiser saber onde comecei o pensamento, basta ler desde o começo! Que bobagem.
Mas sério, a conclusão que tiro é que escreveria bem melhor uma novela “A lá Mexicana” do que sobre política do Brasil.

Meu bobo coração

Meu coração diz coisas que não compreendo... Sente dor, mas insiste. Busca a paz, mas desiste. Coração bobo esse meu que ainda quer amar.
Depois de um longo amor que se acabou num beijo. De um que ainda resiste, sem beijo algum. Após um desejo absoluto, sem amor, cair. E de um lindo amor, sem desejo, sumir.
Pergunto ao meu bobo coração qual seria a razão de amar.
E ele me responde:
_ Bobo és tu que ainda não sabe, que para o amor razão não há!

A mão do vaqueiro


Prum vaqueiro um dia fui mulher de gado
Tentei com tudo que podia carregar esse fardo
Mas pra vida livre ele nasceu
E esse direito foi Deus que lhe deu

Eu não fui a mulher dos teus olhos
Aquela que parou o teu olhar
Isso me fez em frangalhos
Mas com luta pude superar

Passou-se um tempo de calmaria
Mas o fantasma resouveu voltar
Passou de longe,
Mas foi justo nele que parou o meu olhar

Tem o dom de está no caminho do meu coração
Vai e vem sorrateiro
Me irrita sua presença feito assombração
Ah... esse homem guerreiro
Será minha sina essa perseguição?

Odeio tudo que ele me torna
E tenho medo de ainda amar
De em seus braços novamente
Um dia me encontrar.

Andamos os mesmos caminhos
E nos fazemos distantes
Evitamos nossa presença,
Desejando como amantes.

Sua mão para de um jeito engraçado
Como se de nada fosse capaz
Seu cabelo sempre pro alto
De um vaqueiro indio danado
Minha sina é amar esse rapaz.

Percebo coisas tão singelas nesse vaqueiro
Sua mão fica ali parada
Como quem não quer nada
De quando em vez sobe a cabeças,
Seu próprio cafuné lhe agrada.

Quem vê não imagina
A força daquela mão laçada
No rabo do boi enrola
E depressa, não demora, boi caiu na faixa..

Abraçado a seu cavalo
Vitorioso meu vaqueiro se foi
Minha boca calou,
Mas meu coração quase gritou:
_ E valeu Boi!!!

O que o mundo quer que eu queira?


Vim pro mundo e ainda não sei o por que.  Não sei o por que do mundo me querer se eu não quero nada dele...
Mesmo assim tento querer algo que esse mundo quer que eu queira só não sei ainda o que!

Bobo e chato!

Você me quer, mas não me conquista! Eu vejo. Desejo, mas não te procuro! Por quê? Nossa promessa parece mais fácil de cumprir-se: Não se apaixonar!
Pra que conquista se essa história é dispensável? Pra que procura quando não se quer achar? Em alguns momentos me assusto, mas quando lembro que é tão fácil te esquecer e que é tão difícil eu lembrar volto a te querer!
Sou uma boba e você é um chato. O que será disso, desse caso bobo, chato e inventado que nos dar tanto prazer com inocência!? Não da pra saber...

Rachaduras


      Ontem notei pequenas rachaduras em seu cinza coração de pedra. Como se ele não fosse maciço, talvez algo pulse aí por dentro. Posso estar apenas imaginando ou sendo demasiada prepotente ao supor que esse estrago eu que causei. Fiquei horas pensando naquela história de sonho. Porque a gente sempre acorda logo num sonho bom? Você pode ter razão...
      Penso que acordamos, por alto-punição inconsciente, por que achamos que não podemos tornar esse sonho real. Falo muita bobagem e tem vezes vejo tudo amarelo, as lembranças são amareladas. Não sei se pelo tempo ou se existe uma luz imaginaria na minha cabeça q as tornam assim, pode ser a nossa musica!
      Será mesmo que essa rocha que te esconde um dia se parte e que teu peito um dia abre? Esse dia me parece mais distante de chegar do que a minha maturidade pra entender que a maioria das coisas não é como a gente quer. “Nada é pra sempre” e foi você que disse. Então um dia isso acaba, pode ser que teu peito nunca abra, mas o meu um dia fecha!
      Estou torcendo ou não...

Laço eterno...

Alguns laços são como nós! Laços esses seus que insistem em me segurar. De um amor mais verdadeiro e imutável que todas as juras que fizemos ao leito na sede de sermos tomados! Mais eterno que os poucos momentos de cumplicidade que compartilhamos. Esses laços de Deus. Essa união tão improvável e indesejada de duas pessoas tão parecidas e tão distintas.
Em nossos mundos a bipolaridade. Na perfeição que tentamos ser, batemos de frente com a imperfeição que nos trousse ao mundo... O sangue não corre ele jorra! Bate na cara, como uma tapa para arrancar a euforia e mostrar a pura verdade. Sangria pra ver se cura essa vontade de te amar. Topamos essa loucura, mas somos tão inseguros...
Essa força que me impede de te esquecer, que te faz lembrar e querer e requerer. Isso não vai mudar... Jamais nos libertará dessa sina. Um dia dissemos a loucura mais verdadeira que poderíamos ter dito um ao outro: " Eu vou te amar pra sempre", foi uma das poucas coisas que já tive certeza.
Venho te amando e te odiando desde que me lembro te conhecer. Ignoro você mesmo te querendo, desde que entendi o peso do teu nome ou quando enxerguei que apesar de nossas peles terem cores distintas, por baixo delas a herança é a mesma!
É sempre o mesmo teatro... Você é o maior artista que eu conheço me fazendo parecer protagonista quando sou coadjuvante. Talvez desse papel eu ganhe o Oscar! Sempre deixo você achar que eu acredito! É divertido me enrolar nos teus nós... Tão eternos e superficiais, cheios de "pra sempre" e despedidas. Eles não me perderam a você, mas a esse amor. Eu te amarei por não ter escolha e vou te esquecer porque escolhi assim!
Esse amor que já existia quando a gente inventou e permanece mesmo de longe a me prender nesse laço feito um nó cego que você atou...




Tem escrito numa blusa minha..achei o maximo!


Uns corpo...outros alma...
Uns forma..outros conteúdo Uns Maria.. outros Joana
Uns Up..outros Down
Uns fedem..outros nem cheiram
Uns funk..outros punk
Uns skin.. outros head
Uns crescem..outros apodrecem
Uns sei...outros sei-lá
Uns fazem..outros pensam..
Uns estudam..outros são estudados..
Uns sim..outros ainda não
Uns pra lá...outros pra cá
Uns trepam.outros + bem

Brincadeira estranha!

Nossa historia é como brincadeira de criança, não perdeu a pureza, mas um dia há de acabar!
 Um balanço alto que os pés saem do chão. Brincadeira de dar frio na barriga, de longe ou de perto, quando beija ou quando briga! Você me empurra pra longe e eu finjo curtir o momento e não ligar. Acabo perto de novo é a lei do balanço tem que ir depois voltar. É divertido pra você. Já eu morro de medo, mas você nunca vai saber. Um dia a brincadeira vai acabar e você vai me ver pular e o balanço vazio vai voltar!
Que pena, essa brincadeira só da certo com dois. Você vai me procurar e nesse momento eu é que vou te empurrar. Brincadeira estranha. Talvez dure pra sempre ou quem saber a gente possa crescer e um dia lembrar do balanço que mesmo dessa forma "estranha" fez nossa história acontecer.
Um amor assim de criança feito eu e você!

Minha vida...

Minha vida é assim confusa
E eu serena
Pobre pena
Que longe do pássaro não há de voar
Uma vida tão pequena
Que o meu problema
É não ter alguém pra amar
Minha vida egoísta
Como a vida de um artista
Tantos amores pra inventar
Vivo aqui nessa cidade
Comungando a liberdade
Sem saber quando parar
Vida leve, vida livre.. Simples e louca
Não me apego a coisa pouca
Tomo a vida feito sopa

Em seu castelo!

Em seu castelo você fez dela sua princesinha perfeita. Talvez esperasse ou achasse que ela havia nascido no momento em que te conheceu, que outros amores não teve e que seu único amigo seria você!
A verdade sempre te irritou e ao sair do castelo você via a realidade da vida. Um passado com outros amores, um presente cheio de amigos que também queriam atenção, e o futuro nesse momento se desfazia na sua cabeça.
Mas o que você realmente queria? Até hoje ela não consegue entender. Ela te deu o melhor! Não digo nem que tenha sido amor, às vezes até ela duvidava. Ela te deu todos os pensamentos e olhares involuntários que possuía e as mais belas palavras que de seu coração já saíram.
Em seu castelo ela foi a ratinha do café da manhã, a espaçosa que queria dormir te abraçando, mas que sempre te fazia desistir e ir dormir no chão. A dona das mãos que desarrumaram sua escrivaninha e que você teve o maior prazer de arrumar.
Lá, no seu castelo, ela se sentia unicamente importante, como se por encanto aquelas paredes e poucos moveis tivessem o poder de traduzir pensamentos e palavras. Sim!!! Porque vocês realmente falam línguas diferentes.
Ela não queria ser sua única amiga, nem que a casa dela fosse sua única opção na sexta à noite, tão pouco queria tomar seu tempo de estudos. Ela queria ser sua melhor amiga e que você fosse o dela, queria que você tivesse muitas opções para a sexta-feira a noite e que fizesse questão de ela esta do seu lado em todas elas e principalmente rezava e ainda reza todos os dias para que seu esforço não seja vão.
Mesmo sem ter certeza do que quer de você hoje, mesmo você ainda entendendo tudo errado e fazendo tudo errado também, mesmo seguindo em frente sem arrependimentos, às vezes, assim de vez em sempre, quase que como um ritual noturno, como um sonífero, ela se pega voando em seus pensamentos, pensando em como teria sido se tivesse existido.
Pensa nos erros que cometeu e sempre conclui que seu erro foi mostrar ou dizer amar sem agir como quem ama, com um medo real de se entregar. E se irrita ao concluir que vocês temiam exatamente a mesma coisa... Amar mais do de pretendiam de novo!
Talvez ela seja prepotente ao imaginar que esse amor seria inevitável. Mas aquele seu olhar que no espelho refletia o dela, aquele abraço que matava o frio e acalmava, aquela loucura que ultrapassava compartimentos, ate o castelo concorda em sua fria indiferença e condição de simples tradutor (ou seria mágico?)... Não podia ser mentira!
Hoje ela procura seu próprio castelo, talvez ela encontre um pra ela perfeito, com outro tipo de magia, talvez um que traduza seus sentimentos.
Não te vê, não tem noticias, mas às vezes ela ainda sente e tenta esquecer ao lembrar que hoje em seu castelo uma nova princesa habita.

Da janela


Da janela do ônibus,
Vidas eu vejo passar,
Enquanto minha vida passa,
Eu vivo só a observar.

Eu quero é viver,
Não mais olhar.
Deixar passar o que o que passou,
Descer e me entregar

Entregar-me ao acaso
E a tudo que esta por vir.
Da janela vejo tudo,
Passo sem nada sentir.

Que bom se a vida fosse viver
E não só querer...
Das casinhas brancas e pequeninas cruzo com olhares,
Com milhares

Talvez eles também estejam a pensar:
“Quão bom seja apenas passar .”

Seus 5 sorrisos..


Você tem um sorriso de quando rir de algo muito engraçado
E um dede quando quer forçar que algo é engraçado.
Tem um de quando está emocionado
Um de quando faz algo pra me irritar!
E um de vergonha lindo!
Que você usou pra me encantar.

Que culpa tenho?

Vidas não vividas,
Frases não escritas.
Bocas não beijadas,
Palavras não ditas.

Pessoas não amadas,
Camas separadas.
Isso não é pra mim...

Nesse caso me vejo inocente.
Mas que vida indecente,
Onde o olhar se cala
E a boca mente.

Eu me acuso,
Quando quero te abuso
E dependo de coisas que não uso!

Sou sincera quando não devo,
O tempo inteiro,
Seja sóbrea
Ou quando bebo!

A verdade as vezes machuca.
Disso sim posso ter culpa,
Não, de não tentar!

Céu..


Caminho de pedras nos trouxe ao desconhecido.
Flores, frutos, risos e beijos engrandecem o momento vivido.
Aventura de amor.
Todo amor na terra contido!
Chegamos à magia inexplicável de um lugar incomparável...
Todos ali sentiam!
Tudo azul aqui no topo, eu vejo um horizonte puro.
Calafrios me percorrem o corpo enquanto sonho com um mundo novo!
Consigo enxergar todos à distancia,
Com a segurança de quem confia em poucos..
Lugar raro onde se quer estar com amigos...
Um amparo que te lembra tudo que já foi vivido!
Onde o amor esta sempre do lado, ou melhor: abraçado!
Vento gélido estremece e logo a diante o sol entardece.
Lugar onde o tempo parou..
No regresso a gente desce,
Mas nunca na vida esquece
Que um dia quase no céu tocou!

Resto de nada...

Um lugar na grama verde,
Luz do sol por entre as arvores,
Uma paz tão incomum.
Pensamento vai pra longe
Nessa universidade me encontro em lugar algum.

Pareço perdido a observar todos que passam
Tal vez um bandido,
Ladrão de imagens que marcam!

Nesse instante vejo natureza misturar-se com modernidade,
Observo minha linda cidade
Palco de quantos amores que eu queira amar...

Aqui me vejo só!
Mas não me sinto assim.
Eu vim do pó
E esse de certo será o meu fim.

Mas mesmo eu aqui só,
Sinto a força de todos que lutam,
Recordo paisagens que mudam,
Talvez o mundo também possa mudar!

Somos restos de nada quando não se sabe viver..
Tente imaginar o mundo sem eu ou você!
Talvez não faça tanta diferença
Mas poderia fazer..

Porque que nenhuma prisão em qualquer lugar
Pode te impedir de voar.
Acho possível transpor o tempo e o espaço pelo amor,
Por acreditar!

Por que mesmo assim
Aqui parada e só.
Sei que tanto faz,
O que se fez é o que fica...
Pois tudo volta ao pó!

A fé está no coração... 

Um coração de carne que inutiliza o antigo coração de pedra que outrora em nosso peito abitava. 

A fé está em acreditar na beleza real de coisas que não sabemos de onde vieram.

Ela está na coragem que é necessaria para curvar os joelhos e dar o impulso sem ter a certeza se esse salto nos fara voar!

Observei:

Quem mais me amou...só quis como amigo!
O perfeito, nunca me inspirou;
O gostoso sim!
O mais complicado me divertiu muito mais;
O mais simples me cansou;
O que eu tinha mais próximo eu não dei valor...
E agora quero quem mais longe podia estar!
Sempre busco novos amores e eles até que dão certo até enquanto não se tornam velhos.
Engraçado... Agora amo um amor do passado..
Pode ser que der certo!
Quero então com isso:
Amar igual!
Entender que perfeito só Deus...
Tem que ser gostoso, até porque amo escrever.
Complicação só se for uma bem fácil de entender.
Quero alguém que fique!
Que não me sufoque, mas que sempre me provoque!
Alguém que podia estar aqui, talvez na mesma rua,
Mas que teve ir sem que eu fosse sua!

TPM


De que me serve sentimento? Não me sinto feliz e nem consigo me empolgar. Cadê você aqui? Sinto muito não sentir o que muitos merecem e não mostra o que sinto a alguns por medo ou por não saber como. Talvez eu não queira mesmo! Se eu disser é certeza me entregar, e não tenho certeza se ainda suporto cair. Dói!
Amo demais pessoas que não querem ou não sabem ser amadas, as vezes sou amada e não consigo sentir nada! Sinto-me triste. De que me vale sentir? Você ainda está aí? Por favor, corre! Ou voa! Não preciso esquecer o que é sentir se lembrar o que é me sentir bem. E você já me faz tão bem. Por isso vem!?
Você surgiu assim mesmo que de longe e me trouxe coisas em mim já esquecidas. Tanto tempo que não chorei  e agora choro! Quem sabe de saudade do que ainda não vivi. Tanto tempo que só dormi e agora a insônia chama. Pra não perder nenhum segundo e te mostrar meu mundo! Tanto tempo sem beber e agora bebo, pra esquecer o fato de você ainda não estar aqui! Tanto tempo sem te ver e você ainda me ama. Quem sabe eu ainda lembre o que é amar!
Só queria sentir o que a muito não sinto. Espero você pra que eu possa te sentir, amor que por tanto tempo não tive mas que sempre esteve ali!
Presente que Deus guardou pra mim!

Quem sou eu:

Por muito tempo tentei achar a resposta desta pergunta....Quem sou eu???? Só depois de muito tempo vim perceber que essa resposta não existe. Simplesmente pq um texto nunca vai me definir, não sou fixo e nem imutável como uma lei, e nem existirá uma fórmula matemática que venha dizer quem eu sou. Simplemente pq eu estou em constante transformação. Hoje eu posso ser o ontem que eu não fui.... e não acho que isso seja uma coisa ruim, aliás,prefiro não achar nada.A definição que me deram e que mais se aproximou de dizer quem eu era, foi quando me disseram que eu era inconstante (hehe).As únicas coisas que eu sei que nunca irão mudar é o meu carater e os meus sonhos. Sei que ao andar pelo caminho que escolhi vou encontrar vários obstáculos, mas nunca irei voltar atrás, pq segundo algumas pessoas "tudo vale à pena quando a alma não é pequena". Sou um cara complexo em minha humilde simplicidade, sei que não preciso de muito para me sentir realizado, feliz... mas isso não quer dizer que eu não seja ambicioso. Tenho saudades de coisas que ainda não tive , por exemplo: MEUS FILHOS, que desde já os amo. Não sou uma pessoa boa e nem má, só aprendi que depende. Não me considero esperto e nem malandro, apenas parto do presuposto de que não existe mais ninguém bobo nesse mundo. Tenho um instinto que a liberdade me deu , tenho a malicia de cada esquina, conheço todo o tipo de pessoa, porém eu sei onde eu piso e com quem me misturo.Efim diante de tantas contradições só tenho a dizer que a vida é uma jogo, onde ganhamos e perdemos, e com isso devemos aprender a jogar. Tenhamos cuidado em desejar certas coisas, pq afinal elas podem se tornar realidade.Aos parceiros(as) vcs fazem parte de mim.Aos que irão me conhecer, apertem o PLAY e que o jogo comece.Aos meus inimigos, que vcs tenham asas mas não me alcancem.



"Bendito seja o meu senhor a minha rocha, que adestra meus dedos para a peleja e os meus dedos para a guerra. "



By.: Juarez Matos
(Caveira)       

Ps. Morri de rir com essa foto! Achei no Mestre Google.... kkkk 

Ainda não encontrei meu mundo...


Um dia já foi meu quarto, mas as paredes me sufocavam e pareciam nunca me entender. A porta mal humorada, sempre fachada. Minha estante, chata! Cansei dos mesmos livros. Minhas roupas de nada me serviam, inúteis, ninguém pra olhar. Só meu sincero espelho, sempre tão duro nos dias que seguiam noites de insônia. Minha cama não sabia abraçar. Então, um belo dia, briguei com o chão e decidi voar.
Segui estradas q não conhecia, vi paisagens q nunca via! Então vi mistérios em uma lagoa, pôr-do-sol de uma ponte, uma cidade de cima da serra, bicas de uma praia, caranguejos e garças de um mangue, areias escuras,  um bananal e lavadeiras em um rio.
Vivi! Pulei de uma cachoeira, gritei: "valeu boi!", vi o Cristo, dei estrelinhas por onde passei, me banhei na luz da lua cheia, pulei no rio de calça jenns, fiquei em pé andando de moto e abri os braços, escorreguei nas pedras de um sangradouro, respirei o ar do Céu. Tomei inúmeros porres, caí e levantei, sorri e chorei.
Senti coisas que nunca sentia! Amei pra sempre, amei por um momento. Vi verdade num olhar e mentiras em um ato, amizades que me acompanharam, outras ficaram pelo caminho. Um abraço apertado, um beijo molhado, frio na barriga. Vontade de gritar ou pular ou de fugir. Saudades de um amor, de um amigo de momentos. Frio, Calor, dor.. Chorei de Felicidade!
Coisas maravilhosas aconteceram e me marcaram por toda vida e eu não paro, simplesmente não consigo parar! Vejo a estrada e prefiro seguir. Sempre com a dúvida: "Será q meu mundo existe?", e enquanto eu não chego lá, nesse mundo perfeito pra mim, vou seguindo e deixando um pouco de mim em cada mundo!


Na aula de Melhoramento vegetal sai essas coisas..

Sinto sua falta mesmo assim!


Mesmo que tenha sido tão pouco, pra mim pareceu tanto.
Mesmo que acabe hoje, em mim ainda demora!
Mesmo com tudo que você fez considero mais o melhor de você.
Mesmo sentindo sua falta, quero tentar te esquecer!!!
Porque mesmo não sabendo, ainda, se é o fim, temo por nós...
Talvez porque eu te queira tão bem...

Grand'Hotel (kid abelha)

"Se a gente não tivesse feito tanta coisa
Se não tivesse dito tanta coisa
Se não tivesse inventado tanto
Podia ter vivido um amor grand' hotel

Se a gente não dissesse tudo tão depressa
Se não fizesse tudo tão depressa
Se não tivesse exagerado a dose
Podia ter vivido um grande amor

Um dia um caminhão atropelou a paixão
Sem teus carinhos e tua atenção
O nosso amor se transformou em "bom dia"

Qual o segredo da felicidade
Será preciso ficar só pra se viver
Qual o sentido da realidade
Será preciso ficar só pra se viver

Se a gente não dissesse tudo tão depressa
Se não fizesse tudo tão depressa
Se não tivesse exagerado a dose
Podia ter vivido um grande amor

Um dia um caminhão atropelou a paixão
Sem teus carinhos e tua atenção
O nosso amor se transformou em "bom dia"

Qual o segredo da felicidade
Será preciso ficar só pra se viver
Qual o sentido da realidade
Será preciso ficar só pra se viver
Só pra se viver
Ficar só "

Setembro é assim!

"Pensamentos soltos traduzidos em palavras 
pra que vc possa entender o que eu também não entendo"
Em meados de setembro, em meio a seca do sertão cearese e em tempos de falsas políticas como sempre. A vida, desgraçada engraçada como só ela sabe ser, tomou um rumo diferente. Uma terra rocha se formou alí onde você passou e o amor dentro de mim brotou. Uma cultura que me pareceu perene, um amor daqueles que a gente não teme! Nosso pedacinho de chão, cercado e com entrada limitada foi regado com a mais linda canção.
"Me deixe só até a hora de voltar.."

Da terra não brota N, P ou K. Não brota a falta do mundo, o absurdo. Então ela se torna fraca e a aguá de novo falta. E a liberdade que meu coração tinha esquecido volta a gritar!A flor murchou antes do fruto nascer e foi difícil não te ter! Morreria de amor, mas hoje não mais por você.

"Amor igual ao seu eu nunca mais terei, 
amor que eu nunca vi igual, que eu nunca mais terei.."

Coisas bobas que saem de mim..



O meu próprio "Eu" desconheço, por isso não me cobre que eu entenda o seu! 
Seria capaz de te esplicar com palavras bonitas e bem provável seria você acreditar,mas não! Não está em mim te enganar!!!

14 de novembro de 2007









Lembranças? Nenhuma!
Menssagens no celular? Apaguei!
Nenhum papel a encontrar. Você nunca os fez!
Apenas fotos como amigos, 
isso é o que resta agora de você em minha vida..
Mas de que adianta se eu lembro de cada detalhe do teu corpo,
do som da sua respiração e de todos os seus sorrisos.
Meu, você nunca foi, mas agora está em mim!
Talvez eu tenha mesmo estragado tudo como eu sempre faço,
só juro que não sei como!
Sinceridade, pelo mesnos, nunca me faltou.
O que pra você talvez seja um erro.
Como dizer agora: "viva a reciprocidade" se não consigo faze-lo?

As voltas...

Acabou e nem tá doendo. Sempre acaba mas nunca se vai... A dor machuca e você volta. Agora eu que fui e você como fica, já que não mais machuca? Não me importa mais, nenhum de nos se importa!
O que me aflige e que o mundo da muitas voltas e dessa vez não tem mais volta. O sentimento é diferente e o momento mais ainda. Não mude de idéia agora, eu não mudaria.
Você foi mais do que se rotulava e muito menos do que eu pretendia. Sorte sua ou sorte minha? Não se trata de sorte, de momento ou sentimento. É muito mais uma questão de viver sem fingimento!
Agora é tudo o que temos...

Itapipoca



Momentos inesquecíveis, 
pessoas indispensáveis, 
lugares indescritíveis!
Felicidade, a nossa companheira. 
Nossa fuga é da monotonia...
Viver e amar, junto sempre é melhor... 
A gente se completa mesmo!
Mesmo eu me sentindo.
A Joyce fazendo birra.
A Camila sendo chata.
O Grazian mais chato ainda.
O João Paulo falando pouco.
O Kairo fugindo.
E a polícia baixando o som.
Com tudo isso foi perfeito!

Queria nunca parar

"A minha vida,
Eu preciso mudar todo dia
Pra escapar da rotina
Dos meus desejos por seus beijos.
Os meus sonhos
Eu procuro acordar
E perseguir meus sonhos,
Mas a realidade que vem depois
Não é bem aquela que planejei."

Tão estranho o que estou sentindo agora. Parece um tipo de deprê, depois de uma grande farra. Uma onda de melancolia. Não queria que tivesse acabado. Eu quero mais! Sempre quero mais. Queria nunca parar, estar sempre a mil. Porque quando paro parece que tudo deixa de fazer sentido.
Meu corpo etá cansado, todos os meus músculos doem. Minha mente está cansada e a cabeça doi. Meus pés cortados, o cabelo pro alto e a pele queimada. Mas o coração não cansa! Mas mesmo assim doi. E eu nem sei o por quê.
Em 10 dias vi mais lugares do que muita gente só conhece numa vida inteira. Conheci pessoas, causei polémica, marquei uma história. E ainda assim queria mais! O amor me persegue, mas ainda não decidi se fui eu que inventei, porque nesse dia vou saber que posso acabar tudo, assim, num estalar de dedos e  não quero que seja agora!
Sempre carrego marcas, acho que por ter vaga memória. Ruim pra mim é pensar que um dia estarei irreconhecível de tantas marcas para o tanto de coisas que pretendo viver e lugares que pretendo conhecer. Tenha sido na praia, no sertão ou na serra eu me senti feliz.




Tentando..

Hoje....
"..Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim...Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível..."
Adriana Britto

*2008*
Várias formas de ser o que sempre sou!!!

Num balanço do ano que está passando vejo o quanto um ano é mtooooooooo(FIZ TANTA COISA) e tão pouco se comparar com tudo que vivi e que ainda pretendo! Coisas de mais aconteceram, difícil é começar!!!
Entrei o ano na Beira Mar, diversão total com minhas amigas e família, podia ser mais perfeito??? (tal vez um amor) Naquele momento tinha tudo que precisava e decidia não mais amar, ser só ou pelo menos só por mim e olhe q consegui, por algum tempo! :)
Deixei passar paixão que me fez mal mas o amor antigo ficou, ainda confuso, mas ficou...
Fortaleci laços de amizade! E os que eram frouxos desataram...
Melhor não podia ser. Amor antigo que permanecia se tornou fraterno e continua hoje o que prova que sempre foi verdadeiro...
Turma 2006.1 cada vez mais unida..algumas intruzinhas da alimentos outras do CC (Conj.Ceará), mas tudo bem vai fazem parte da turma!!!rs... moooooow!
Amigos de infância namoradinhos de anel de chiclete que bom que estamos de volta, juntos a uns 18 anos...
Complicação nem tão fãcil de entender...Bom! Muito bom enquanto durou. Mas fazer o que? "viva a reciprocidade"
Minha linda alma gêmea, prima, irmã e amiga, o mundo é nosso! A Ana Júlia nasceu.pra me matar de ciúmes.. Blicandu amoreee... E a Júlia foi concebida e estou uma mocinha vou ser Diiiiinda, nem posso mais morrer..kkkkk Duas princesas Júlias!!! :)
O interessante é que o ano é uma marcação de tempo criada pelos homens que não devia ter sentido algum, mas quanto mais chaga o fim mais as coisas vão se ajeitando e tendo uma finalização seja boa ou ruim. Parece ter o proposito de que tudo esteja pronto para o recomeço no ano novo que está chegando, para que possamos continuar felizes nos acertos e tentar acertar no que foi errado acho isso super difícil...Tenho uma facilidade em continuar errando...rsrsrsr
Minha vida passou por Messejana, Itapajé, Curú, QC (Quintino Cunha), CC (Conj. Ceará), AB (Antonio Bezerra), Auto do Bode, Barra do Ceará, Sobral, Morro Branco, Iguape, Araturí, Pacheco, Icaraí, Paracuru! Ufa! Sei nem se esqueci algum...
Dessa vez quero PAZ... AMOR (não adianta fugir, acho que nasci pra amar) e DINHEIROOOOOOOOOOO.. Porque a lizeira tá foda!
No mais, coisas boas e ruins como acontece com todos! Incrível é que eu não ter tantas lembranças da parte ruim pra mim tudo tem saldo positivo!!!

Acho que é porque SOU FELIZ! E vivo tentando fazer o melhor pra mim e pras pessoas que amo....

2008...Alguem me segureeeeeeeeeeee.. =P

**Sempre me reinventando sem deixar de ser EU**
 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates