_Ainda não Amor!

Eu queria ter você ao meu lado em todos os momentos da minha vida, há algum tempo a trás isso era o que eu mais queria. Tem vezes que ainda sonho acordada imaginando chegar de mãos dadas com você em uma roda de amigos e te ouvir dizer: “Ó essa aqui é a minha namorada.”, mas agora não. Só nesse momento, especificamente, não queria assim. Essa minha fase de liberdade está tão boa que não sei se quero dar importância para quem quer que seja, nem mesmo que seja você.
Já sei como as coisas acontecem se você vem na hora errada, eu aprendi. Você liga só pra conversar, pra saber como eu estou e isso me fez sentir tão bem, mas no dia seguinte eu vou sair pra balada, tentar te encontrar em outros olhares e no outro dia vou te contar tudo houve, pois por enquanto você ainda se chama Amizade, então você não vai mais ligar.
Eu vou pensar em tantas coisas, pensar nas escolhas que virão pra você e vou achar que se for mesmo pra ficarmos juntos você terá muito mais pra mexer na sua vida do que eu, sempre penso isso, e mesmo com todo querer dentro de mim e com toda minha vontade de ouvir sua voz diariamente, não vou ligar. É assim que acontece Amor.
Eu que sempre abria boca e bati no peito dizendo que preferia viver primeiro e tirar conclusões depois, eu que me joguei de cabeça tantas vezes com outras pessoas que me pareciam você, hoje tenho medo. Porque você é nome e também sobrenome, é Amor Verdadeiro. Nem sempre é pra sempre mais é no mínimo intenso o suficiente pra fazer parte de nós eternamente.
Então é isso, estarei aqui como sempre estive, estarei aqui desse meu jeito, nem sempre esperando, algumas vezes amando e na maior parte do tempo vivendo mesmo. Fazendo todas as coisas que posso fazer enquanto você não chega. Porque quando você chegar qualquer um olhe verá meu mundo mudar de lugar, minhas palavras só dizerem você e cada coisa que se passar ao meu redor terá um sentido maior.
Nessa minha vida acelerada aprendi que com você não se pode ter pressa tão pouco tentar o controle. Vou assim te desejando e esperando que você demore, vivendo aqui só, mas todos os dias sonhando com a tua chegada. Que seja pleno e certo como um amor de verdade deve ser. Assim te espero meu Amor Verdadeiro.

Nota de esclarecimento

Eu me calei como nunca havia feito, nem eu mesma entendi. Mas agora que passou mais tempo, agora que não me assusto mais ao chegar em casa e não te ver, que não me irrita mais não ter nenhuma ligação sua durante o dia, agora, começo a entender. O que eu poderia dizer? O meu silêncio, tão incomum, nada mais foi do que uma resposta a sua atitude.
Não vou dizer que não havia problemas, mas hoje vejo nitidamente, em você, a falta de vontade de tentar resolve-los. Pular enquanto o barco esta mais perto da costa é bem mais fácil, eu sei, você sabe que eu sei. Pode não ter sido de propósito, mas foi sim, mais fácil pra você pensar: “Ela já fez tantas vezes...”. Tudo bem... Não fiquei nada bem, mas eu sempre sobrevivo.
A hora em que você me deixou foi a pior possível, mas quem poderia saber? Fiquei como em nenhum outro momento completamente só. Cheia de problemas que eu não sabia lidar. Agora estou melhor caso queira saber, não que os problemas tenham ido embora ou você tenha voltado, é que estou acostumando com a presença deles e com seu eterno silêncio.
O vazio que você deixou está aqui e ainda choro certas vezes à noite, quando ninguém está vendo, mas se me perguntar se me arrependo dos planos e renuncias, se quero voltar ou se ainda te amo, direi que NÃO! Mesmo que qualquer uma seja mentira. É que hoje construí um muro na frente do buraco que existe no lugar onde te arranquei no meu coração, após ter chorado todas as lágrimas que haviam em mim, matei a palavra saudade e resolvi deixar as nossas lembranças lá atrás onde um dia elas foram puras, felizes e sem ressentimentos.
Você deve pensar que eu não sofri, que não senti... bobagem! Eu nunca senti tanto como dessa vez. Um grande amor como o nosso deixa grandes feridas ao passar. O meu jeito de superar é diferente do seu, não é nada recluso, é tentar não lembrar, sair, beber. Você acha um absurdo, mas que diferença faz se tudo o que sou, pra você é um absurdo.
Enfim, essa é da maneira mais formal e discreta, diante do que sinto, uma nota de esclarecimento E provavelmente as ultimas palavras escritas de mim pra você. E fim...

"Infinito enquanto dure"

Sabe aquela sensação de “infinito enquanto dure” ? Aquela que a gente sente quando uma coisa muito boa tá acontecendo e a gente pensa que tanto faz se acabar, se passar e se amanhã você nem lembrar.. não importa, porque o que já houve foi simples, bonito e mágico.
Foi isso que aconteceu, só isso e tudo isso ao mesmo tempo... Espero essa noite poder sonhar com você, pra sentir teu beijo mais uma vez e ouvi tuuuudo que você falou e que já tinha me dito quando éramos só simples colegas que conversavam muito quando nos encontrávamos pra sentir tua pele na minha e o ver os teus gestos de cavalheirismo galante.
Você é um homem num menino, é um príncipe num rosto de vaqueiro, um ‘paquerinha’ com atitudes de namorado. Não sei o que pensar, eu sou a sua versão feminina, você disse, isso me da um pouco de medo, sou tão confusa...será que você também é? Tantas perguntas passam pela minha cabeça, mas nem importa tanto assim, importante mesmo é que esse momento marcou pra mim...

A sua ligação mexeu comigo..

Atendi ao telefone de qualquer jeito como em todas as outras vezes, com uma vontade enorme de que não fosse nada importante, de que dissessem logo o que queriam pra eu poder desligar e recuperar a minha paz. Isso até reconhecer de quem era voz do outro lado da linha, isso mudou tudo.
Demorei a responder... não foi intencional, mas se tivesse pensado um pouco, se tivesse conseguido pensar em alguma coisa teria demorado um pouquinho mais, só pra poder ouvir pelo menos mais uma vez ele chamar meu nome. Enfim disse: “Oiii, tudo bem? O que é que há?”. Sabia exatamente o que queria, contas, pendências ou alguma coisa qualquer que teria esquecido na minha casa, mas de súbito tive aquela pontinha de esperança que estivesse ligando pra falar da gente e do quanto sente a minha falta.
Ilusão eu sei, mas é que sinto falta dele, da presença, do cheiro e até das reclamações e me angustia sim, ver que pra ele não fez diferença alguma e se fez não faz tanta porque ele consegue esconder tão bem. Eu não consigo, nesse momento de fingir, dizer que está tudo bem eu jogo a toalha, não da pra mim.
Ouvi com toda atenção o que ele tinha a me dizer, respondi o que foi perguntado e no final disse: “Ei..”, um “ei” daqueles de quem vai dizer algo importante, mesmo achando que não eu espero que o coração dele tenha acelerado e que tenha surgido também lá no fundo uma vontade de me ouvir dizer um “eu te amo” ou “não aguento mais sua ausência”, mas perguntei apenas, se o novo emprego era bom.
Eu consigo viver sem sua presença, consigo amar de novo, mesmo que as vezes antes de dormir eu lembre e chore, mesmo que meus novos amores não sejam tão sinceros quanto foi o nosso. Mas com a presença dele a margem, não dá, com ele do meu lado sem eu poder abraçar eu não consigo. Ouvir a sua voz do outro lado da linha e ao final não dizer que te amo, há isso é demais pra mim.

Anjo de uma asa só.

Pros seres que na terra habitam sou um ser tão simples e egoísta quanto eles próprios e até me convencia, às vezes, de tal coisa! Mas no fundo sabia que não, que eu era diferente. Isso muitas vezes me angustiava. Sentia-me num mundo estranho. Com responsabilidades além do que conseguiria realizar. Rodeada de muitas pessoas, mas sempre me sentindo só!
Fato é que sou anjo e humana. Mas essa minha história começa bem antes desses meus problemas existenciais surgirem, bem antes ate de eu nascer. È um pouco difícil explicar, mas vou tentar.
Papai era um anjo fascinado pela humanidade, um estudioso. Por vezes se emocionava com a bondade e em outras se revoltava com tamanha crueldade. Minha mãe, um ser humano tão lindo e inocente que mais parecia anjo, de uma beleza quase inacreditável, sorriso doce e olhar sereno.
Num dia chuvoso e triste em que minha mãe chorava a morte de sua mãe e rezava a seu anjo da guarda pedindo forças pra suportar tamanha dor, meu pai chegou o mais perto de uma humana do que jamais havia chegado até aquele momento e se apresentando perguntou em que podia ajudar, ela o abraçou forte e pediu colo, proteção, carinho, companhia e compreensão, coisas essas que ela achou que jamais teria de novo, coisas que teriam morrido naquele dia e que haviam sido enterradas junto a sua mãe.
Ele já a admirava, mas naquele momento ele a amou e sentindo o seu cheiro pensou que ate seus últimos dias de existência ele cumpriria aquele pedido! E até Deus enxergou no fato sua magnitude e permitiu a união.
Meu pai sofreu um doloroso processo na perda suas asas, ao abandonar os amigos e perder sua eternidade. Agora ele seria um anjo com fantasia de humano. Ele tinha certeza que essa decisão valeria a pena. E um dia ele me disse que teve. O dia em que ele viu nascer, àquela pequena meia-anja... Aquela meio-humana. Menina de sorriso frouxo e de uma asa só! Essa menina sou eu, Rachel!

Continua...

Não é o bastante...

Tenho medo de te perder, mas não estou conseguindo me doar por inteiro... Sinto que você merecia mais dedicação e eu não posso te dar. Somos de tempos diferentes, pra nos dois pode não fazer tanta diferença, mas para o mundo faz!
Teu beijo é mágico minha criança, mas não me inspira o algo mais. Sei que não vou conseguir te dizer isso. Por isso prefiro me afastar agora, antes que eu acabe com teus sonhos de menino, com a sua ilusão.
Estive com você a manhã inteira, senti teu cheiro e te contei bobagens. Cantei “Eduardo e Mônica” na minha cabeça o tempo todo.. Não pude te dizer.
Sinto-me bem ao teu lado.. quase completa, mas quase não basta pra mim.

Eu quero presenteeees!!! :)

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates