Complicado demais

Talvez já fosse mesmo a sua intenção desde o início cair fora disso. Eu não consigo entender porque. Tenho certeza que nunca você se sentiu tão calmo e compreendido por alguém, tenha certeza de que eu nunca fui tão boa assim por alguém.
Algumas pessoas haviam me dito que você era assim, não passava de 3 meses com ninguém, aí a gente chegou nos 5 e quando eu te questionava no porque com a gente tudo era diferente, você dizia: "A gente é que faz a nossa história, deixa de comparar.". E eu deixei, e aproveitei, fechei os olhos pra uma porção de coisas e tentei ver sempre o melhor em você.
Eu realmente achei que daria certo.. Eu sempre acho! Eu sou realmente a pessoa mais romântica que você conhece. E sensível.. Sabe eu ainda acredito. Eu fico esses dias esperando que você se arrependa e esperando que tudo o que eu estou vendo não seja verdade, que eu faço falta e que você relutou por medo, mas que me ama.
Além de piegas depois de velha eu dei pra ser boba... mas deixa, que hoje eu tô de bobeira. É que por mais que você morra dizendo o pior de você e o quanto você é complicado e que não é justo isso pra minha vida, eu considero o melhor de você. Porque eu fui muito feliz com a sua companhia. 

"E no meio de tanta gente eu encontrei você,  no meio de tanta gente chata e sem nenhuma graça você veio... 
E eu que pensava que não ia me apaixonar nunca mais na vida... Por isso não vá embora, por isso não me deixe nunca, nunca mais..."

A gente se perdeu.

A gente costumava ser como duas peças de quebra cabeça, que se encaixavam perfeitamente... Aí no meio do caminho, talvez pelas quedas que levei nas lutas da vida eu perdi meus braços e fiquei assim lisinha, de modo que você não conseguiu mais se agarrar a mim. E a gente se perdeu pra sempre.

É diferente e é só nosso..

Ele me faz feliz, mesmo que isso não seja sua prioridade ou intenção. Por que ele é isso e sem mais nada, inspiração. Quero que dure e que seja agridoce, que é pra não enjoar. Cansei dos fins, dos planos no lixo, das famílias e deixadas pra lá. Quero conquistar amor e viver felicidade. E se por um acaso acabar que as reticências nos tornem amizade.
É tão livre como um pássaro, como desejei ser, isso me encanta e não me assusta. Fascina ser tão livre assim. Onde o amor é amor e não apego. Onde o querer é vontade e não consumo. Não tenho medo de perdê-lo, por sabê-lo lá no seu pequeno grande mundo. E tenho, por não cansar da sua presença mesmo quando permanece inalterado e quase mudo! Não sei explicar, eu quase nunca sei! É que eu deixei de esperar tanto e hoje apenas ofereço o que quero sem esperar em troca daquilo receber algo, então tudo é lucro e felicidade, serenidade e nunca lamento.
Mesmo que ele não diga que quer e gosta de estar comigo, mesmo que não seja meloso, eu sei duas coisas sobre ele: Uma é que só faz exatamente aquilo que quer então se está comigo é por opção, nunca será obrigação, ele não se obriga. E a outra é que ele odeia clichês, e se não me diz coisas romanticamente como eu sonhei ele faz e mostra assim de formas totalmente inesperada e me faz contente como nunca imaginei.

De tu tudo há de se ter um melhor...

Eu queria ter gritado, chorado e quebrado todos os moveis da sua casa. Queria ter tido reação de novela. Mas não, eu vi, falei, ouvi e até ri depois, você acredita? Talvez eu não sinta mais nada mesmo... Nada. E não é por você esse meu desamor é pelas pessoas do mundo mesmo, por todas essas pessoas que como você mentem e nunca sabem reconhecer o bem recebido.
O seu desespero e confusão de sentimentos me pareceram tão fajutos, um teatro vão que não me penalizou. E porque eu quis ficar? Por que sinceramente eu estou cansada de tentar. De fugir. Estou cansada de me achar sempre melhor que tudo e todos. Mesmo que eu ache que seja, vou ficar e esperar que você seja o mais novo “melhor namorado do mundo”, como falou, vou esperar você cuidar de mim e se comprometer conosco. Vou esperar.. sei lá até quando, até a tpm passar, até as festas de fim de ano passarem, até fevereiro, quem sabe? Até você passar.
Sabe o que é melhor nisso tudo? É que no dia em que eu me apaixonar de novo (se é que isso ainda vai acontecer) ou que eu simplesmente cansar de você, não vou sentir culpa nenhuma e nenhum apego ao te deixar pra traz. Não é isso que eu deveria praticar? O desapego? Estou praticando a partir do momento em que eu perdi de você a coisa mais bonita que havia entre nos, que era a confiança.
Porque pouco me importa o que aconteceu ou que deixou de acontecer, o que importa é que você quis. E isso acabou com tudo. Acabou com toda a minha despretensão na minha doação. Acabou com a minha vontade incondicional de colocar você em primeiro lugar diante as outras coisas do mundo. Talvez agora sim, você goste, você queira e lute. Quem aprende a amar desse jeito dificilmente se acostuma amar bonito.. é uma pena.
É que tem gente, como você, que só se permite amar quando vê a possibilidade de perder e outras, como eu, que ao invés de sofrer com o erro do outro se sentem infinitamente maiores por terem sido capazes de fazer a coisa certa.

Eu volteiiiiiiiiiii

Viajando aqui nas palavras de outros apaixonados, de outros rebeldes, de outros melancólicos pensei no porque da minha calma e do meu silêncio de palavras e não consigo chegar a resposta alguma. 
As palavras estão na minha cabeça, batem como sinos, mas não soam como música. Tenho tando a dizer, porque sinto, mas o que sinto é calmo, placido e sereno.
Dever ser isso então.. Porque até então me via gostar da paixão, da busca e da melâncolia.. Não sei mais o que é isso, então calei.


Hoje voltei pra pedir desculpas por essa ausência... 
Um momento que também me penalizou. 
Que eu precisava mesmo, pra pensar em tudo.. pra pensar em mim.
Mas agora digo que voltei! Com toda minha inconstância, melancolia e busca de amor e felicidade! :)

Teste de paciência!

Certas vezes seu humor me agrada, contraposto a outras em que acaba comigo. Erradas vezes eu penso em te amar... logo ao lado de tantas outras em que penso em me perder de ti. Você nem ia notar se eu sumisse ou em que momento isso veio a acontecer. E seu (tão meus) amigos perguntariam por algum tempo e você apenas diria, "não sei, não tenho visto".
Há algum tempo atrás eu pensaria na força que você deveria estar fazendo para agir assim. Não sei se pela minha super alto estima ou se pela minha inacreditável confiança no amor. Mas com você eu não questiono, não me surpreendo, nem sequer imagino qualquer coisa. Porque você é cheio das ideias, mas não sabe nada de amor.
Gosto de você... é de você, mas não gosto de você comigo, entende? É frio demais, tentado demais e sentido muito de menos pro meu gosto. Pro meu apurado gosto de desejo, amor e intensidade. E eu poderia cair fora e dizer tchau, mas é que eu gosto mesmo de você. E principalmente de como eu me surpreendo, a cada dia, comigo mesma desde que estou ao seu lado.
Muito prazer, meu nome ultimamente tem se chamado Paciência e o seu suponho Teste. E agora que é MEU (digamos assim), quero até a ultima gota, porque intensa, meu bem, eu sempre serei. E o que é nosso só a gente pode ver.

De uma saudade, eu pergunto:

Onde está você?
Com todas aquelas músicas que eu não conhecia,
Com aquele sorriso que ninguém mais tinha,
E aquelas desculpas que eu fingia acreditar?
 



Postagem de número 100 do ano de 2011!!! : )

É a primeira vez que essa marca 
é batida aqui no blog, estou muito feliz!

Uma dúvida de amor..

Foi tão triste olhar tão fundo nos teus olhos e sentir aquela imensa vontade de dizer as palavras: "eu te amo!" e simplesmente não conseguir. Será que você percebeu?  Naquela hora em que parecíamos mais um do que dois, naquele momento em que parecia que o mundo era só eu e você ali olhando fixamente um pro outro. E sentindo. Numa frequência tão perfeita que agora eu nem sei ao certo se é amor realmente, como se o MOMENTO pudesse ter me causado aquilo.
É que nos últimos tempos tenho me cobrado tanto em relação a isso. Ao real sentido, dessas palavras, desse sentimento e do que elas deveriam significar pra mim. Talvez o que eu sinta por você seja muito maior, verdadeiro e mais forte do que o que já senti por outras pessoas que disse amar. Mas hoje, com tudo o que eu trago de relacionamentos, com todas a cargas, culpas e magoas eu não consigo saber.
Com você tudo é muito novo e incerto, mas mesmo assim é bom. E nem sei dizer se eu gosto ou não, só não sei lidar direito com isso. Gosto de estar com com você, principalmente quando você tira seus escudos e se mostra assim um pouquinho mais meu. E é exatamente nesses instantes em que eu quero que seja amor. Em compensação em tantos outros que você faz questão de mostrar que "tanto faz", eu agradeço imensamente por não ter  ainda certeza se é.

Cada um de nós compõe a sua história...

Tocando em Frente
Almir Sater
Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte,
Mais feliz, quem sabe
Só levo a certeza
De que muito pouco sei,
Ou nada sei
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
E ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Todo mundo ama um dia,
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Simples e calmo.. como deve ser o amor.

        Eu gosto de estar com você assim, assim simples e calma. Despida de ansiedade e receios, pelo menos antes das 11 da noite e cheia de vontade de ser amor calmo e sincero. Pode ser que um dia mude, que eu volte a desejar desesperadamente a loucura, a desordem e o desamor. Mas, por enquanto é assim.
        Quero um espaço na tua rede, um momento no seu dia, uma ligação na sua tarde, um olhar de compreensão, um ombro de consolo e a certeza de que quando estiver longe, estará lá no seu canto, com suas cores e silêncio. Quero saber que nos dias em que a tua solidão te basta, depois das 3, a sua paz sou eu que levo.
        Por que nesse momento pouco me importa o que as lendas e clichês fizeram da tua imagem ou da minha o importante é que somos cada vez melhor juntos.

"Eu quero a sorte de um amor tranquilo, 
com sabor de fruta mordidaaa.. 
Nos na batida, 
no embalo da rede,
matando a sede na salivaaa..."
Cazuza

Faça uma faxina no seu coração!

Calada demais...

Melhor nem dizer nada.. não quero parecer tão amarga quanto tenho sido. Prefiro voltar a me pronunciar quando o sabor das coisas tiver com mais gosto ou quando as borboletas voltarem a se movimentar.

Mesmo tendo opções eu vou ficando...

Eu não sou muito boa em fazer as coisas darem certo e vez ou outra eu me pego pensando em desistir. É que não acho justo que o passado possa interferir tanto em tudo hoje. E quando dói muito e eu quero sumir pra não descontar em ninguém as minhas frustrações, lembro de novo da brilhante ideia de não me envolver mais com ninguém.
Mas aí justo nesse momento algo que você diz, faz ou até mesmo um beijo seu me fazem mudar de ideia. Você mesmo sem querer me fez começar a acreditar que da pra superar junto. Que pode sempre algo melhor nos aguardar. E você me disse isso da forma mais dura que eu poderia imaginar. Sentindo o mesmo medo e incapacidade de amar novamente que eu sinto.
E eu me vejo o tempo inteiro tentando te provar o quanto eu sou melhor, e eu sei que sou, sei o quão boa eu posso ser. E eu vejo que você também ver. Mas quando você se ver feliz demais, tranquilo e com tudo caminhando bem, você se assusta e se esconde, do jeito que eu sempre fiz.
Você me diz que eu sou boa demais pra você e que o melhor que você pode fazer ainda não é o suficiente para o que eu mereço. Eu sei. E nesse momento temos duas opções, ou eu desisto e continuo sozinha e não me envolvendo até que alguém que se ache bom o suficiente pra mim apareça e me ame e me queira e me faça feliz apareça. Ou eu me igualo o você pra que você me seja suficiente.
Não decidi ainda... porque diante de certas coisas que você diz, faz ou até mesmo um beijo seu me fazem querer continuar, aqui assim um pouco mais.

"Se você ainda acreditar, eu prometo dublar seu corpo..
Te proteger, te poupar das dores.. Te devolver o amor em dobro!
Não se ama, amor, em vão..."

O que digo, o que vejo e o que vivo...

O azul encontra o branco, e é nisso que meu olhar para. Não há uma nuvem sequer no céu, e nenhuma pegada de ser algum na areia da praia. Limpos como estão meus pensamentos nesse momento, é o que digo.
De repente minha paz em azul e branco é sutil e belamente interrompida por coloridas pipas... E risca o céu um verde e laranja, um branco, vermelho e preto e mais a pouco um amarelo vivo, é o que vejo.
Do vento elas sobem e riscam o céu, do mesmo vento que me assanha e me conta alguns segredos da vida, e talvez o que vivo.
O vento que bagunça as cores, que me trouxe amores e que me lembra você, é isso que sinto.
Tá, tá. Eu sei que é chato e repetitivo, mas é que não importa o que eu diga, veja ou viva é só você que eu sinto. E tudo lembra você.

Tudo é diferente

"Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia...
Tudo passa, tudo sempre passará.
A vida vem em ondas como um mar, num indo e vindo infinito..."

Não é porque você teve um grande amor que o próximo não vai ser tão maravilhoso quanto. Não é porque sua adolescência foi boa que a sua vida adulta tem que ser uma eterna lembrança. Não é porque você teve que mudar de cidade que você não vai conseguir fazer novos amigos.
É que tudo é diferente... Amores, fases e amizades. Se a vida fosse um eterno dejavu ou nada mudasse, não teria graça nenhuma.
Só temos mesmo é que curtir cada fase de forma saudável, fazendo tudo que ela lhe permite. Ser para os novos amigos tão leais quanto fomos aos antigos, mantendo também as velhas amizades. E temos que aprender com cada amor, com cada desencontro, com cada entrega, sem deixar que suas magoas passadas interfiram no que estar por vir.
É tudo novo, o outro não tem culpa se você já sofreu, do mesmo modo que seu patrão não está nem aí se sua mãe não lhe ensinou pontualidade, nem mesmo se preocupa se você tem ou não uma mãe. Algumas coisas simplesmente serão cobradas.
E tudo muda! Então tente sempre o melhor, por você e pra você. Fazer o bem, sempre faz bem. Divulgue isso, pratique isso! Ser feliz é escolha.

Um amor, um lugar..

Pelo menos uma vez

Será que é pedir demais que você pense mais em mim do que em você as vezes? É pedir demais que você me ame, mesmo que já tenha amado outro alguém? É que eu também não sei viver no mais ou menos, sabe? Não sei mesmo! Até queria... 
Queria achar normal te colocar como prioridade quando nem há loucura. E ser pra você só a menina que tá do seu lado. Cheguei a pensar que era uma mascara. "Não! Ele tem medo.." e tal. Mas que nada. Você é egoísta mesmo por opção e sem contato algum com o amor. 
Estou aqui ainda... Eu disse que ficaria. Quero garantir que pelo menos uma vez na vida farei tudo o que posso. Mesmo que seja por alguém que nem se importa com isso. Porque nos dois sabemos que o seu melhor não tem sido suficiente pra mim e que eu a todo momento me sinto oferecendo meu melhor à pessoa errada.
As vezes eu fico sim muito triste, mas enquanto for mais feliz que triste estarei por aqui...

Que outubro passe...

Outubro pra mim chegou cantando, em sol a pino e sem nada a acertar...
Mas é que eram músicas tristes e o calor me deu cede de amar
A calmaria me deixou impaciente, renitente e com medo de avançar.
Entender meus devaneios é não é pra qualquer um.

Outubro fez setembro passar
E aguarda ansioso novembro, que pra mim deve demorar.
Que passe outubro passe.. Passe logo sem nada marcar.
Porque pra mim você é só mais um.

Outubro sem graça, podia por mim, voar
Mas nada sem graça passa, como devia passar
No mais pra mim nem importa, já que não sei mais amar
Porque pra mim era apenas um,

Aquele um que em outro outubro decidiu me deixar.

Diante de você meu amor cala.

Tem vezes que eu converso comigo mesma dentro dos meus pesamentos. Principalmente quado a minha cabeça não concorda com o que meu coração sente, quando o pensamento não pode ser pronunciado.  Não que seja sempre uma coisa ruim, as vezes é algo tão bom, por alguma coisa tão boba que você se sente mais boba ainda de exteriorizar.
Ontem pensei no que eu sentia por você. Mas eu não refleti, nem considerei prós e contras nem nada, só pesei. Naquele instante em que eu te abraçava, senti um paz incrível, então quando me afastei um pouco do teu corpo e meu olhar encontrou o teu quase saiu da minha boca um sonoro "eu te amo tato..", mas eu apenas sorri.
Em nenhum outro momento em que estivemos juntos eu havia pensado nisso e foram muitos e bons momentos. Mas naquele momento exato foi isso que eu senti. E não disse. Talvez por esse amor ainda não se sentir muito a vontade para se mostrar assim, olho no olho. Ou por que o meu amor não queira mais se mostrar de jeito nenhum, mesmo que exista, mesmo que seja mais forte que nas outras vezes em que foi pronunciado.
Continuarei do seu lado, agindo como quem ama, perdoando como que ama, cobrando como quem ama e tomara isso ser suficiente pra você. Pois amo! - escrever pra mim sempre é tão mais fácil. Mas é que olhar pra você lembra demais teus conflitos e os meus desamores, lembra que eu sou o alguém que você precisava, mas tal vez não alguém que você ama. Aí meu amor cala, mesmo estando bem, feliz e em paz.

Num monólogo!

Que me importa esse vinho caro? A brisa do mar e esse cantor, que aliás fez questão de catar todas as músicas possíveis que me fariam lembrar você? - e lembram.
Nada! Porque você não está aqui do meu lado. E muito pior que isso: você não sai dos meus pensamentos!

Do que a chuva faz..

A chuva sempre me lembra esperança. Deve ser o fato de eu ser cearense e que no Ceará chuva ser milagre de Deus,  vida nova, recomeço e comida na mesa.
Hoje ao sair de casa a chuva me pegou desprevenida, mas eu apenas pensei na vida. Pensei na alma sendo lavada e nas boas novas chegando. Senti tanto amor.. e só continuei andando, chegaria à meu destino molhada, mas e daí? Chegaria feliz.
Essa chuva de hoje me trouxe força, crença em mim mesma e uma imensa certeza de que tudo há de chegar no seu devido tempo.
Afinal, o que é uma chuva pra quem espera flocos de neve? Algumas coisas simples me irritam, como por exemplo acordar nem que seja 1min sequer mais cedo do que deveria. Mas a chuva não....

Meus maiores prezeres

Eu era novata no colégio. Andava devagar, mas com a cabeça erguida, curiosa com tudo, mas nada conseguia chamar minha atenção, até que eu vi você. Sentado num degrau, encostado numa das colunas do corredor olhando pra quadra. Estava rodeado de amigos, falante. Usava um boné caque e uma camisa azul piscina, calça larga e tênis eskeitista. Sorriu ao pensar que hoje você não usaria mais uma roupa dessas, um menino. Lembro de cada detalhe daquele dia, você causou encantamento de primeira impressão.
Você parou o olhar em mim também. E vergonha foi o segundo sentimento que senti ao te ver... Olhou e sorriu. E todos os dias que seguiram depois daquele primeiro olhar e primeiro sorriso em que estive ao seu lado foram simplesmente mágicos, até os mais difíceis. E desde então meus maiores prazeres foram decorar teus sorrisos e colecionar teus olhares.

Era disso que eu tava falando..

Volte Sempre

Olha que bom se encontrar por aí
Pode haver prazer melhor que esse?
Eu sei que às vezes é preciso seguir
Ninguém vai se opor
Saiba que estou esperando você
De dia, de noite, sem hora e nem porque
Onde estiver que se faça presente
Volte logo, volte sempre aqui

Olha que bom se encontrar por aqui
Pode se achar um final mais feliz
Eu sei que ás vezes é preciso seguir
Ninguém vai se opor
Mas saiba que estou esperando você
De dia, de noite, sem hora e nem porque
Onde estiver que se faça presente
Volte logo, volte sempre pra mim
Volte sempre pra mim
Volte sempre pra mim


Nina Becker

Questões...

Eu não tenho tantas certezas. Minhas amigas costumam dizer que sou muito decidida: uma hora eu decido uma coisa e no momento seguinte outra.. rs Só que isso não faz de mim uma pessoa influenciável,  volúvel ou de fraca personalidade, na verdade tenho certas convicções e medos que não consigo passar por cima, mesmo que as vezes eu cogite a possibilidade, no final não dá. Tento então ser verdadeira, para que minha culpa seja qualquer uma menos a enganação.
Sou uma pessoa sem muitas questões, com preferências pouco impostas. Mas quando se trata daquilo que eu realmente quero, ou não quero, faço questão, sim. Sei que isso pode dificultar tudo, mas e daí? Todo mundo é aceito um dia ou outro como é, não é?
Além do mais tentar agradar todo mundo até hoje pra mim só deu merda, porque no final, nunca nada que você faça vai ser suficiente. O melhor que você pode fazer aos outros é acostumar que você é passível de todos os erros do mundo, como todo mundo. Assim ninguém espera mais nada.
Estou cansada de tentar sempre fazer o melhor e as coisas continuarem piorando.

Entendendo a liberdade

Toda as pessoa tem o direito de fazer exatamente o que tem vontade, até o ponto que isso não machuque ninguém. Se uma pessoa não quer a minha presença, a dela não será agradável a mim. Da mesma forma que eu sou um pé no saco quando estou com alguém ou em algum lugar quando quero estar com outras pessoas ou em outro lugar. Então eu jamais cobraria isso.
Perceber que a liberdade deve ser conquistada na mesma proporção que oferecida ão é tão difícil. Praticar essa atitude é que são elas. Sofri muito até conseguir. Sou mulher. tenho inseguranças, ciúmes.. Mas antes de tudo isso tenho um sentimento imenso de liberdade que na verdade só não supera minha infinita capacidade de amar.
Então se você sabe que alguém espera por você, deixe notícias. Um bilhete, uma ligação ou sinal de fumaça, caso se faça entendido. Mas não deixe o outro a sua espera, a mercê das suas escolhas. Faça o que quer fazer, mas dê a liberdade tanto quanto necessita da sua.

"Devia ser sábado, passava da meia-noite. Ele sorriu para mim. E perguntou: 
- Você vai para a Liberdade? 
- Não, eu vou para o Paraíso. 
Ele sentou-se ao meu lado. E disse. 
- Então eu vou com você." 

(Caio Fernando Abreu) 

Muito difícil de entender...

Sua intensidade e frieza tão oscilantes me irritam. Não só porque existem, mas porque por ser tão bom quando é intenso me impede de reclamar quando é frio.

Onde está a inspiração?

Tenho passado horas e horas olhando pra o papel ou para o computador, mas não consigo escrever. Pelo menos não nada que faça algum sentido. Minha cabeça está tão acelerada, tão cheia de informações e novas experiências que nada se organiza pra sair.
Quero dizer muitas coisas, mas estou entrando um estranho conflito, o de não querer interferir. Nesse momento eu queria só escrever, não ser formador de opinião, não mudar alguma ideia em relação a mim. Ficar oculta.
Ser invisível, saber mais inglês, ouvir música 15h por dia e ler alguns livros da minha lista. Estou com saudade das minhas amigas, mas não acho justo cobrar, sinto falta do amor, mas não sei mais amar.
Certeza mesmo, eu não tenho de muitas coisas. Só que não estou mais preocupada, não estou correndo, apenas estou buscando o que deduzo que me falta. Estou aqui tranquila (talvez tranquila demais), confusa e cada vez mais só, porque me recuso a pedir ao outro o que morro de medo que me peçam: dedicação, presença e atenção.

As borboletas que foram embora:



Esses dias voltaram ao meu jardim... 

Reaprender a amar...

Aprendi a amar esperando sempre o melhor, confiando acima de tudo e idealizando minha vida em torno do meu amor. Isso no começo me deu confiança e segurança de que tudo seria eternamente perfeito.
Por um tempo funcionou amar assim, mas com o passar dos dias, meses e anos, de tanto fazer planos em relação a ele esqueci das coisas que eu realmente queria e quando me dei conta não tinha feito nada e nem ao menos sabia quem eu era. Isso me fez jogar toda a minha frustração em cima do outro e ele as dele em mim. E a culpa mata o amor, a cobrança torna a presença cansativa.
Eu era apenas uma criança, uma menina de coração bom, cheia de esperança, não só na vida e no amor, mas também num mundo melhor. Só que um dia, não tão belo, descobri que a perfeição não existe, eu mesma errei tantas vezes tentando acertar. Que o “pra sempre, sempre acaba”, amor não é eterno, no máximo “infinito enquanto dure” e mesmo assim pra durar tem que ser discutido, conquistado e perdoado inúmeras vezes.  E que no geral a índole da humanidade é má, deixei de confiar em tudo.
Acabou! E hoje estou aqui meio perdida, pensando em tudo isso. Pensando em amar de novo e em fazer tudo diferente, mas sem saber como fazer.
Só lavei o rosto que ainda estava salgado, refiz minha lista de felicidade e estou seguindo, tentando me permitir. E às vezes vejo o meu céu mais azul e em outras parece que vai dar tudo errado.. Mas e daí? Estou tentando sempre o melhor e tem me feito tão bem, deve ser isso, então, viver.

Assim.. Mayara!

Sabe aquela mulher que você ver de salto alto e óculos escuros? Aquela que sempre está com pressa, que sorri e acena, mas nunca fica, só passa? Que mora só, que nunca atrasa e sempre sorri? Sabe ela não é tão assim. 
Ela sente falta de amor de mãe, de não ter que pagar contas, de ter tardes pra ficar de bobeira. Será que alguém vê aquela que chora e sofre na noite do mesmo dia em que sorri de bobagens e fica feliz apenas com o vento que passa? Aquela que ler gibi e ajuda quem pode é mesma que apresenta trabalhos científicos e não gosta de dar o ultimo pedaço. Essa aqui oh. Olha nos meus olhos. Sei que me escondo, mas é que eu queria ser decifrada e amada assim Mayara.
Com todas essas coisas estranhas de Mayara Mader que já afastaram tanta gente. Com TPM's, egoísmos e autismos. Assim espaçosa na cama, paranoica por limpeza e de sono fácil. Essa que só assistes filmes de amor, que só ler textos de amor e só ama se for pra sempre.
A Mamá que gosta de olhar pras estrelas, que sonha em ser raptada numa noite qualquer e ama andar a cavalo. A Mayara Mader complicada e perfeitinha... essa complicação, nem tão fácil assim de entender, mas que garante a seu amor de verdade, um real amor verdadeiro. Eu!

Olha e vê

Eu não sou tão doce assim..
Não sou só risinhos e palavras de amor
Sou de verdade, a flor da pele
Também sinto dor.


Quase ninguém consegue enxergar
Mas estou aqui oh!
Olhe com mais atenção
Aqui por traz do salto alto também bate um coração


Essa mulher que decidi mostrar
Esconde a menina que sou
Menina que nem sabe amar


Fica sozinha o máximo que pode  ficar
Nunca mostra que cansou
Pra que ninguém possa notar

Teatro Natalino... (parte 20)


Tinha prometido ficar em casa nesse natal, só eu, meu cachorro e Deus! Mas não consegui deixar de me contagiar com o espírito natalino, mentira, eu não quero é que fiquem depois perguntando o porquê de eu não ter ido e não quero preocupar minha vó também, ela não tem mais idade pra isso e constantemente acha que estou em estado de depressão absoluta. 
Vou participar do teatro, mesmo achando que mais tarde ainda vou querer ficar só.  Pior que não da mais pra ficar só aqui em casa, agora divido a casa com uma amiga, e nada contra, ela é ótima, mas sinto falta da minha casa só pra mim.
Estou toda arrumada em estilo de gala: Tubinho preto , sandália alta azul e bolsa de mão...manca! Mas pra que isso, ne? Se eu estou mesmo é com uma vontade enorme de sumir. Deitar no banco de uma praça, olhar as estrelas e imaginar perto de qual delas está o planeta do qual eu caí..

Feliz natal ! How how how.. (2009)


So happy! On me...


A felicidade é uma questão de escolha...
Então faça a sua, decida ser feliz!





Pense nisso :)

Esperando...

Eu estou aqui sozinha e tudo bem. Começo a me acostumar com esse seu jeito de querer que eu decida e de tentar ao máximo não interferir em nada. O problema é que eu sempre fui muito assim também e relações de tudo se fazem com interatividade.
A gente não tem interagido muito e eu jamais cobraria isso de você. E ainda assim consigo me chatear. E talvez você só quisesse que  eu ligasse ou aparecesse por aí. E eu até acho legal isso, mas não consigo. por que talvez eu também quisesse isso de você. Sinto-me as vezes como uma invasora do seu mundo. Um mundo super escuro ainda pra mim.
Gosto de estar com você, de conversar,de te beijar... E fazia tempo que gostava tanto dessas coisas em alguém. E aí sem quer eu me vejo aqui esperando. Esperando o que? Esperando que você tenha vontade de mim, porque eu to cheia dela aqui de você.
Minha vida está se encaminhando, tenho feito coisas que gosto, me sinto calma e vejo as coisas mais claras. Talvez você tenha vindo pra eu ver que as coisas não são assim de repente, nem do jeito que eu quero que sejam sempre. E que não é porque você foi o primeiro a conseguir realmente se aproximar, que você será meu novo amor. Até porque acho que nem sei amar ainda.
Eu gosto da solidão, do meu espaço e do modo como eu penso que será minha vida. Mas agora, nesse instante, nessa tarde chata eu queria mesmo era a tua companhia.

"...me sinto perdido em erros
conto as horas pra te encontrar
minutos confusos
logo nesse meu relógio a girar..."
Sala de Estar - Concreto & Asfalto

Tudo se mistura numa rede...

Beijo teus olhos, vejo teu cheiro e sinto tua boca. Porque contigo tudo é diferente... Digo o que tenho vontade e você sempre discorda ao mesmo tempo em que gosta de quase tudo igual a mim. Impossível não acreditar no que não se ver quando o que eu vejo hoje é tão bom e tão ao acaso. 
Na rede a gente se enrosca, beija e sente... E outra vez eu beijo teu cheiro, sinto teus olhos e olho tua boca. Como um jogo onde ninguém faz questão de ganhar. Onde os sorrisos correm soltos e a nossa maior tristeza é a hora de se despedir.
O chato é que agora eu tenho a mania de pensar em você o dia inteiro. Penso em olhar teus olhos, sentir teu cheiro e beijar tua boca. Está tudo misturado, mexendo em mim. E eu só penso em ter você aqui por algum tempo ou todo o tempo que você ainda consiga me fazer tão feliz só por ser exatamente quem você é e apenas por estar por perto.

A luz tá voltando... :)

Nem um dia - Djavan


Um dia frio
Um bom lugar prá ler um livro
E o pensamento lá em você
Eu sem você não vivo
Um dia triste
Toda fragilidade incide
E o pensamento lá em você
E tudo me divide

Longe da felicidade e todas as suas luzes
Te desejo como ao ar
Mais que tudo
És manhã na natureza das flores

Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes
Não te esquecerei um dia
Nem um dia
Espero com a força do pensamento
Recriar a luz que me trará você

E tudo nascerá mais belo
O verde faz do azul com o amarelo
O elo com todas as cores
Pra enfeitar amores gris(bis)


Um dia frio
Um bom lugar prá ler um livro
E o pensamento lá em você
Eu sem você não vivo
Um dia triste
Toda fragilidade incide
E o pensamento lá em você
E tudo me divide

Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes
Não te esquecerei um dia
Nem um dia
Espero com a força do pensamento
Recriar a luz que me trará você

E tudo nascerá mais belo
O verde faz do azul com o amarelo
O elo com todas as cores
Pra enfeitar amores gris(bis)

Tô indo pra capital! o/

Viajar me remete medo e vontade. Arrumei as malas ontem, uma na verdade, em meia hora, é que eu estava mais preocupada com meu cabelo, unhas e olheiras... Não quero que as pessoas pensem que sou desleixada e triste, mesmo que essa seja uma verdade.
Dessa vez vou chega de surpresa, sem alarde, um pouco sem vontade também, confesso. É tão diferente... quero mesmo só ficar em casa e respirar outro ar, sei que estranho, mais é isso.
Daqui a pouco verei um pouco do Brasil, lá do alto, pequeno e imparcial. Adoro viajar de avião, parece que até meus pensamentos vão mais alto e mais rápido, como se acompanhasse afrequência da aeronave.
Da janela do meu quarto verei a capital sem muros... a bela cidade projetada. E sei que pensarei inúmeras coisas a dizer a presidente, formarei discursos e pensarei nas músicas do Renato Russo e em como elas ainda se encaixam, mas só vou mesmo pensar.
Porque nessa viagem eu procuro colo, cura e dengo. Adormecer assistindo filme com a cabeça no colo da minha mãe, acordar de manhã com o cheirinho de cuscuz da minha vó e gargalhar com o sorriso da Laurinha. Só isso. Matar a saudade, na capital Brasília.

Difícil mesmo é aceitar..

Não quero mais te querer, mas quando eu não tenho você aqui as coisas parecem deixar de fazer sentido... com quem eu vou discordar? Quem eu vou procurar a noite quando tiver pesadelo?
Você é irritante, mas eu te amo e é simples assim. E complicado ao mesmo tempo, porque cada vez que eu te quero, nego um pouco mais de mim.
E eu consigo seguir quando tiro você do meu caminho, estudo quando o pensamento consegue ficar longe das lembranças que tenho de nos dois e certas vezes até durmo quando estou cansada demais pra fazer planos de solidão mesmo tendo certeza de que o que quero mesmo é você ao meu lado.
Consigo ver com as coisas exatamente como aconteceram, sem fantasias, sei também como está agora. Sei o que devo fazer, sei das coisas que não devo esperar. E nesse momento só penso no quanto saber é fácil demais diante do mais difícil que é aceitar. E eu estou tentando, mas você tem me feito uma falta danada...

"...Me sinto só, me sinto só
Me sinto tão seu
Me sinto tão, me sinto só
E sou teu!..."
Composição: Samuel Rosa / Chico Amaral

Eterno dilema

Estou tão confusa e o pior é que isso nem é mais novidade pra ninguém. Não quero mais que seja assim, não quero ser lembrada como “a que não sabe o que quer”, porque “..pra quem não sabe onde quer chegar qualquer lugar serve.”. Queria decidir e pronto. Não vou ficar porque não quero me envolver ou vou ficar e deixa acontecer, aproveitar e pronto. Mas não eu tenho que complicar...
Fico nesse eterno dilema e eternamente tentando sair dele. Pra algumas pessoas é tão fácil decidir, mas pra mim tem sempre uma opção menos dolorosa ali no cantinho, um refugio. E eu acabo não fazendo nada direto, nem vivo e arrisco tentando ser feliz, nem fico no meu cantinho segura. Arrisco um pouquinho e então volto. Descanso e sinto saudade do risco.
Afasto as pessoas porque escolhi ficar sozinha, mas a noite choro com medo da solidão. Escrevo sobre o amor e sobre mim, mas sei que esses são os dois assuntos que menos entendo e que mais me confundem.
Sinto falta de uma direção um caminho certo, mas é certo que prefiro o desconhecido. Então deixa... se ainda estou aqui, se sobrevivi e vivi e sorri deve ser porque tinha mesmo que ser assim.

“Esse caso não tem solução,
sou fera ferida,
no corpo,
na alma e no coração..”
FERA FERIDA            
(Roberto carlos e Erasmo Carlos)

Vazio

Tem tempos na vida que a gente parece que ta inerte à quase tudo. Não é medo de tentar, não é trauma. É comodismo. Isso! Acho que é essa a palavra. A vida vai indo bem, o trabalho, os estudos então você simplesmente continua seguindo...
Você conhece pessoas legais e até fica com qualquer uma delas, no fundo como se tivesse mostrando pros outros que ta tentando, pra não dizerem que estou você etaá recluso, sabe?! Mas pra que? Se a gente sabe que não vai dar em nada, sabe que ta tudo parado dentro da gente.
Não sei se com você funciona assim, mas eu sou acostumada a ser intensa demais e me apaixonar e isso sempre acaba por apaixonar o outro de verdade. Sei que tu isso parte de mim, sei que fantasio tudo demais e sempre acho que o ESSE é o amor da minha vida, mas que graça tem começar uma coisa pela metade? Que graça tem não se entregar? E já que nesse momento não to inventando, nem supervalorizando e muito menos transformando prosa em poesia, pra ‘eles’ eu sou tanto quando são pra mim, NADA, um passa tempo, uma tentativa pros outros.
Não gosto de viver assim, mas até que tenho passado bem... talvez eu precise disso, talvez todo mundo precise um dia, mesmo que não se aprenda nada. Já que acredito que nada se aprende sem sentir.
Isso tudo é muito novo pra mim. Vago e lento. Por isso não se aflija se eu chorar aos soluços e responder ao me perguntar que não há motivo algum. Realmente não há! É apenas uma saudade incontrolável de mim mesma.
Estou vivendo como um boneco daqueles de Olinda, num mês de setembro, ali num canto vazio, só esperando o carnaval. E nem tem mais euforia, já que já faz tanto tempo do ultimo carnaval e nem se anima ainda já que o próximo ainda demora.
É assim...já que nem mais me lembro como tudo isso funciona, como é mesmo que se apaixona? Quando é mesmo que a gente diz "eu te amo"? Nem me animo também para o que venha, já que sei que ainda demora esse vazio aqui em mim.
 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates