Dias de TPM

Amar o mundo começa por me amar, acho que por isso as vezes odeio tanto o mundo.. Quando meu mundo vira um buraco fundo que parece não acabar! Então a semana passa e a tristeza passou. Volto a amar a mim, a vida, a terra e tudo que ha! Até que o mês se passa e o chão volta a faltar!

Mayara Mader

"...Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania...
Depende de quando e como você me vê passar." 
[C.Lispector]

A felicidade


Felicidade é convidar as amigas pra comer pipoca com brigadeiro e assistir um filme daqueles bem românticos de chorar e sonhar que é com a gente..
É ver um pôr-do-sol exactamente com aquela pessoa que você sabe que pensaria em ela estar lá com você se estivesse vendo sozinha.
É dormir na cama com a sua mãe quando ta doente e se sentir a pessoa mais amada do mundo.
É estar a noite sem conseguir dormir se sentir abandonada e receber um “sms” dizendo o quanto você é importante.
Felicidade é a caminhada.. é a vitória contra as adversidades da vida!
É pensar em dizer “eu te amo” e antes q essa frase saia da sua boca em forma de som ela entre pelos seus ouvidos vindo daquela pessoa que você tanto ama.. E nessa hora só da vontade se sorrir e abraçar.
Felicidade é terminar a monografia a “duras penas”, mesmo trabalhando, mesmo sofrendo por um amor e mesmo com pouco dinheiro, entregar ao professor e receber um sonoro: _Parabéns! de reconhecimento.
É deitar a cabeça no travesseiro e conseguir dormir sentindo-se livre de culpas.
É gastar todas as economias em uma viagem e não se arrepender nenhum segundo!
A felicidade pode ser descrita de várias maneiras.. Coisas diferentes fazem pessoas diferentes felizes.
Felicidade uma eterna busca individual que só existe verdadeiramente quando é compartilhada com as pessoas que amamos.

Você foi...

Você foi tantas vezes minha amiga, cúmplice, irmã e às vezes até eu mesma. Éramos como uma só! Não havia nada que não soubéssemos uma da outra, porque mesmo quando estávamos longe, sentíamos o que estava acontecendo com a outra e a ligação era certa. Quantas cartas nós escrevemos nas minhas tantas mudanças...
Onde esta você? Diz pra mim, porque mesmo quando você esta do meu lado eu não te enxergo mais. Talvez eu também tenha mudado com você. Queria que me dissesse alguma coisa, mas você cala e quando fala apenas grosserias saem da sua boca e atitudes.
Você foi a pessoa mais divertida e confiável que já conheci. Mas ultimamente, nem tão ultimamente assim já tem alguns aniversários, o que te diverte me arrasa, dar sono ou repúdio, o que eu quero te contar guardo pra mim porque não sei mais quem você é.
Lembrei do tempo em que no máximo conseguíamos ficar 3h com raiva uma da outra. Hoje nem mais raiva existe, indiferença apenas... Lembranças do que foi uma amizade!
Como conseguimos ficar tão diferentes, indiferentes?
Já chorei, já lamentei.. Tentei até te falar, mas você parece não entender.
Agora só me resta deixar que o tempo resolva, transforme mais uma vez o que ele revirou.. E mesmo que não voltes a ser o “tudo” da minha vida, a minha Milonga. Que você pelo menos seja a grande mulher que eu pensei que seria!
Amo muito você, mas preferi me afastar pra não sofrer ainda mais..

A solidão me assusta


Tem tantos lugares que quero conhecer, tantas vidas que a minha vida há de encontrar e compartilhar. Fico aqui nos escritório e o ar-condicionado me arrepia.. Quem me dera arrepiar com o friozinho dos Pampas..
Estou aqui e tenho tantos planos, mas ainda estou aqui. Preciso descobrir o que me falta pra seguir se eu já percebi a tanto tempo que meu lugar não é aqui, que na verdade meu lugar é lugar algum pelos arredores do mundo.
Penso que o que me prende a minha casa e as responsabilidades de uma vida pacata e comum é a falta de um alguém, que queira tanto quanto eu desbravar o mundo, conhecer as artes e sentir o sabor das pequenas coisas.
Jogar bola com meninos da África, driblar, fazer fita e se deixar golear. Fazer “biquinho” ao falar francês e achar graça um do outro. Falta alguém, que vai me achar linda de olhos pintados e véu no rosto querendo parecer marroquina pelas ruas de Rabat. Não reclamo do que tenho nem do que já vivi, mas tenho certeza de que não será só isso muito mais estar por vir.
Em meio a meus sonhos a solidão me assusta! Porque talvez essa pessoa nem exista, ou exista, mas por algum motivo não me encontre. O mundo é grande demais para aproximar as pessoas e pequeno demais para meus ideais...

Luiz Cláudio ^^"


Ele surgiu falando de gols quando eu só pensava em amores mal resolvidos. Ouviu todas as minhas bobagens, me fez rir, rir muito! Faz tão pouco tempo, mas já é tão importante. Eu Norte, ele Sul. Falamos até dialetos diferentes. Meu “bixim” tudo fala “BAH!”, vicy?! Incrível, mas a gente consegue se entender.
Fico o dia inteiro, pensando “sobe plaquinha, sobe!”. E quando eu acordo penso em dar bom dia.. E quando ele não me hipnotiza e eu vou dormir lembro que esqueci de dizer alguma coisa.
Tinha que ser Porto Alegre??? Você bem que podia ter nascido logo aqui na Caucaia. Daqui a alguns dias viram minhas TPMs e chororôs, vou nem ligar o computador pra você não ver.
Sinto saudade do teu abraço que eu ainda não senti, de você passar anos me pedindo pra eu devolver a blusa do Grêmio que você me emprestou um dia que eu estava com frio. De sermos cúmplices nos planos infalíveis envolvendo bombas no colégio. De ser a diretora dos seus filmes de comédia. Ombro amigo oficial. De chamar sua mãe de tia e de implicar com sua gata! Coisas que nunca fiz e provavelmente nem farei.
Porque esse encontro então? Pergunto-me! E o coração parece que responde baixinho:
_Pra te fazer feliz mesmo que de longe!


Mais saudade

Distância não combina com alguém especial. Algumas pessoas que amamos, vão embora. Às vezes voltam, outras não!
Eu mesma fui embora tantas vezes. Parece que minha vida tem que ser assim, de despedidas e saudade.
Tem pessoas que nem vão pra outra cidade, mas saem das nossas vidas. Outras mudam de país. Imagina a saudade!
Natal, São Luiz, Imperatriz, Rio de Janeiro, São Paulo, Manaus, Nova Friburgo, Brasília, Piracicaba, Fall River. Tantas despedidas, alguns reencontros e mais saudade.

Falso Retrato (Moveis coloniais de acaju)


Fotografei, você não viu
Verdade no meu olhar
Felicidade não sorriu
Fingiu somente que estava lá

Me revelei, você despiu
Tristeza em todo lugar
Mentiu tão bem que nos uniu
Um bom motivo pra me lembrar que

Quando percebe o desgosto do gasto
E gosto da farça
Disfarça que não tem tamanho
Nem foco, nem brilho, nem alma nem cor
E ainda desmente que medo não sente
Que tudo é pecado e nada é perdão
Felicidade reinará

E o dia raiou
Tudo em claro e viva cor
O Sol em meu mural
Desbota a minha dor

E o dia raiou
Tudo em claro e viva cor
O Sol em meu mural
Desbota a minha dor

Não paro, passo, faço, me encontro
Num retrato três por quatro
Não me enquadro ao teu lado, não

Não paro, passo, faço, me encontro
Num retrato três por quatro
Não me enquadro ao teu lado, não

Emoldurei o fim por vir
Polaroid pra registrar
Registro assim que não vi
Retrato que ainda não há

Recordar o que sobrou,
meu sub exposto olhar

E o dia raiou
Tudo em claro e viva cor
O Sol em meu mural
Desbota a minha dor

E o dia raiou
Tudo em claro e viva cor
O Sol em meu mural
Desbota a minha dor

Não paro, passo, faço, me encontro
Num retrato três por quatro
Não me enquadro ao teu lado, não

Não paro, passo, faço, me encontro
Num retrato três por quatro
Não me enquadro ao teu lado, não



Que história esolher?


 Sinto como se minha vida tivesse de ser um filme de cinema, daqueles cheios de emoção. Amores, encontros e desencontros. E se a vida for simplesmente a vida cheia de coisas normais e de rotina? E se eu percebi isso tarde de mais quando já perdi o amor da minha vida quando já amo outra pessoa, mas não consigo ter certeza se é a pessoa certa e que na verdade me pego constantemente pensando que é a pessoa errada?!
Busquei o novo nas coisas, jeitos novos de viver, mas nesse momento receio pelo meu futuro. Sinto medo da solidão ou da companhia de que me faz sentir mais só do que se realmente estivesse,
Não consigo entender como consegui acabar com tudo. Como essa minha juventude de desejos desvairados pela liberdade acabou com a coisa mais bonita e concreta que já consegui construir.
Hoje reconheço cada erro que cometi e sinto todos os dias a dor que te causei em alguns momentos. Se foi tão real pra você quanto pra mim, você realmente sofreu.
Já pensei que “bocado derramado não se recupera”, varias vezes. Tento todo o dia continuar minha vida a partir do ponto em que decidi recomeçar sem você. E não vou dizer que não tenho sido feliz, nem que não sou amada. A verdade é que tenho conseguido, mas em nenhum dia sequer esqueci do teu cheiro e do que você me fez sentir. Isso me magoa profundamente, como se eu estivesse sendo uma pessoa falsa. Mas não é isso! Consigo viver bem, amar, e as vezes não amar também, mas paralelo a isso sempre tem você. Em comparações, em lembranças boas e revoltas, por você não ter me aceitado e por ter me aceitado tantas vezes também.
Estou tentando não ser contraditória e tentando terminar as coisas que comecei. Querendo redescobrir quem eu sou. Porque nesses últimos anos o que eu sou tinha se misturado muito com o que o meio em que eu vivia era. Estou nadando contra a corrente.
Acabei de assistir aquele filme da mocinha que ver as varias possibilidades da vida. “não é muita coincidência o amor da sua vida aparecer logo na sua vida?” E quando você tem 16 anos? Está doendo muito, mas sei que não tenho direito de te pedir perdão e de te querer de volta. Nem deveria estar escrevendo o que nesse momento escrevo. Mas é mais forte que eu.
Rezo, todos os dias, por você pela sua felicidade e sinceramente pra que ainda me ame assim como eu a você. Sempre sua de coração..

O céu vai desabar



Essa manhã choveu tanto, tanto que nem tive coragem de levantar. O céu parecia desabar! E continua o peso sobre minha cabeça. Como se as nuvens estivessem chorando as minhas lagrimas. Lagrimas essas que não posso derramar. Tenho que ser forte, paciente e acreditar, mas a verdade que eu não soou assim.
Sonhei a noite inteira um sonho estranho. Sonhei que era uma mulher guerreira, como aquela de filmes. Será que eu consigo mesmo ser assim?
Sempre disse não me importar com os outros, mas justo nesse momento me importo muito. Depois de tanto tempo meu presente chegou e ainda assim tenho que pensar no futuro. Queria agora! Simples e claro...
Por que tudo estar contra? E Deus? Quem ira dessa vez me proteger dos trovões que teimam em estourar tão perto de meus ouvidos? Você não vai estar aqui! Eu sentirei calor e você frio e serei mais uma vez só, noites a fio. Na esperança de que seja real. Que seja assim: Meu! E que as crianças tenham mais sabedoria.
Sinto falta da infância em que a chuva te trouxe pra mim. Do balanço do teu jardim... Entre “True or Dare”.
Olho pra você e vejo aquele menino mandão, que foi meu parceiro, melhor amigo e primeiro amor. Que contava vantagens, a fim de ser o melhor a meus olhos. Você consegue acreditar em mim.. Porque ainda desconfio dos teus planos?
Eu fiquei bem diferente, mas você consegue trazer de volta o melhor de mim. A parte que muitas vezes esqueci e em outras lembrava com saudade. Quero ser a mulher forte e a menina ingênua, a que sempre quis ser e a que um dia fui ao mesmo tempo.
Quero também uma certeza, um sinal, um alivio. Morfina talvez ou um sono que só acabasse quando fosse a hora de te ver de novo!

Essas risadas



Tenho você  
As vezes, penso que não! 
Mas todos os dias sonho que sim 
Vem me buscar, vem 
Vamos andar de mãos dadas 
E dar boas risadas de quem duvidou do nosso amor, vem 
Se encosta aqui em mim  
E diz o quanto você me admira 
Quero te contar como foi o meu dia 
Dizer o quanto pensei no seu colo quando ouvi os trovões 
Tenho que sentir teu cheiro mas uma vez 
E outra..e outra!
Faz um tempão que a gente não se ver
De dez e meia pra onze horas me parece uma eternidade  
Imagina meses ou até anos 
Ta faltando a sua ligação no meu celular pra dizer:  
_“'Vambora preta' Só ta faltando nos dois” 
Mas por enquanto é nadaE pior que nada, são dúvidas 
Vou dormir e sonharPra me convencer mais uma vez ao acordar 
Que tenho que fazer cada segundo perfeito 
Já que não tenho tanto tempo 
Já que o sonho pode acabar na quinta 
E a noite vou dormir com esse mesmo medo 
De esperar, esperar 
E esse momento de risadas nunca chegar! 
Nigth, nigth!

Solidão é pretensão de que fica escondido fazendo fita


Eu que sempre busquei estar só, agora que de fato estou não sei o que fazer. Não sei se consigo realmente. Penso em paz! Penso em ordem, mas estar só me transmite solidão. Lacuna.
Meus olhos querem chorar. Mas eu não quero! Fiz um almoço para mim mesma e mal provei. Como se o tempero só existisse realmente se alguém dissesse: _“que delicia”, “adoro sua comida”. Vesti preto, escolhi um colar que combinasse com minha posseira de coco, estou esperando meu cabelo secar. E depois??? Assistir um filme? Estudar? Dormir?
Preciso habituar-me a fazer coisas que me dêem prazer de estar comigo mesma, ou que tenha algum proveito. O que me assusta? O que eu quero? Ou espero?
A vida é o que nos fazemos dela, e não o que ela faz de nos.

O frio!


Não é porque acabou que eu o odeio. Apesar de como aconteceu não acredito que ele seja de todo ruim. Hoje senti saudade e pena, mas não acho que esses dois sentimentos combinem. Senti falta do nosso amor que foi exageradamente demonstrado, mas não fingido. Existiu!
Não pode ter sido tudo falso. Você também não é o amor da minha vida e nos dois sabemos disso, depois que passa a minha raiva tenho mania de ver as coisas pelo melhor lado. Espero que isso seja bom!
Queria poder ter sido sua amiga, mas não deu e agora que não dar mais mesmo. Não teria acabado de outra forma, penso eu!
Mesmo que só pelo vidro gostei de te ver, faz um ano que não passo tanto tempo assim longe de você. Apesar disso sua ausência não me assusta, mas a minha solidão sim.
Sentirei falta do seu calor, mas logo vou me costumar com o frio!

Que tipo de ovo eu mais gosto?

Carnaval de 2010..
Um pouco atrasado, mas ainda vale!
E a conclusão foi: depende de com que se come, mas no geral é o ovo estrelado.




Poderia estar achando deprimente, mas acho apenas calmo!
Aqui em casa fiz almoço, recebi alguns convites, mas nada me interessou. Nem me perguntem o porque!
Apenas esta me fazendo mais feliz ficar comigo mesma e com meus pensamentos do que no meio de tanta gente que tem tantos ou mais problemas que eu. Não consigo ajuda-las nem tão pouco encontro as minhas respostas.
Estou tentado não esperar nada do tempo, mas tenho me pegado pensando nesse desaceleramento como um aviso de que algo mudou em mim. Algo real! Estou querendo conhecer quem eu sou de verdade, que tipo de ovo eu mais gosto (filme: "Noiva em fulga" com Julia Roberts), se prefiro rock ou forró. Praia ou sertão, namorado ou solidão!
Reclusa e serenamente pensativa, porém bem mais feliz que em outros momentos de euforia. Acho mesmo que estou crescendo e o engraçado é que me sinto mais parecida comigo mesma quando eu era criança.
A adolescência é mesmo difícil. Papo brabo heim.. Rsrsrsr
Ainda tenho 21. Jovem! Tenho me sentido a cada dia que passa mais próxima  de quando eu tinha 7 anos. E quero que passe de vez as vontades e distúrbios dos 17. Esses hormônios.

Princesas!


Somos as princesas que nossos pais disseram que seriamos, e um dia rainhas? Pode ser que sim! Podemos ainda não ter encontrado nosso castelo ou nosso príncipe encantado. 
Ou quem sabe nesse mundo que de contradições que se chama terra as princesas levem vidas de gata borralheira. “Forever end ever!” Cabe a nos aceitar ou não? Ou está escrito? Tenho tantas dúvidas.
Talvez nossa vida não seja o conto de fadas que a gente pensou que era quando tinha 13 anos. E se eu não sou uma princesa? 

“Meu pai um dia me falou pra que eu nunca mentisse, mas também se esqueceu de dizer a verdade {...} Meu pai sentia o que eu sinto agora depois que cresci.” Roberto Carlos

Meu mundo mais feliz

Era uma vez você na minha vida
Era uma vez, assim, idas e vindas
Desse modo nasce o nosso amor
Com desejo e carinho
Bem de pressa, mas de mansinho
Hoje o sol do meu céu é o teu sorriso
Teu colo, a sombra em que descanso
E teu abraço, o meu balanço
Do teu lado me sinto feliz
Como se realmente as coisas pudessem dar certo
Até meu riso tem mais cor se você estar por perto
Sinto a importância que tenho pra ti
Isso tem me dado sentido, alento
Coisa tal que já não tinha á tanto tempo
Tenho medo de estar longe de você
Dos nossos mundos mudarem de órbita
E a gente se perder
Eu te amo, não só pelo que és para o mundo
Também pelo que és pra mim
Por fazer meu mundo mais feliz!
 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates