Que passe logo...


Nos últimos 4 dias tentei, de todas as formas, fugir da rotina. Tentei não ficar só, não ouvir Leoni e nem passar na frente da tua casa. Estou indo dormir lá pelas 3 da madruga, pra ver se caio de uma vez e não dá tempo de ficar pensando em como era bom dormir abraçadinha com você na sua rede. Mas é que já é terça, a férias acabaram e não tá mais dando pra fugir da lembrança do nosso beijo que me fez esquecer o que era beijar outra pessoa - pura verdade, sem clichês!
Eu sinto falta dos meninos, do papai e do teu olhar vermelho, se emocionando e cantando um rap pra mim. Eu não vou esquecer. Agora que 'resolvemos' tudo eu parei de ver os teus defeitos e só consigo lembrar do quanto tudo parecia bom quando íamos á praia e batíamos um bom papo.
Ser a tua amiga, esse ultimo ano valeu mais pra mim do que muitos anos vividos. Aprendi muito com você, fui feliz demais. E eu podia passar horas me lamentando por não termos dado certo, por não ter tido paci6encia, mas é que eu tenho sim muitos eventos e não vai dar tempo de encaixar essa tristeza na minha agenda. Além do mais não consigo ver como algo que deu errado, só penso eu duas pessoas que deram o mais certo que podiam.
Espero que o tempo passe depressa pra que logo, logo a gente possa comer uma pizza lá na Tabi, ou que possamos nos encontrar na praia para um velejo, sem que nenhum pense em como poderia ter sido. Estou indo alí, pra ver se te esqueço só mais um pouquinho... Pra ver se lembro mais de mim antes de ter você.

Eu penso demais...


Estava pensando em nos dois na insônia de ontem. Nos possíveis problemas que podem nos esperar. Eu sei, eu sei que não adianta antecipar sofrimento, mas é que eu quero estar preparada, quero ter possibilidades. Burrice, ta certo. Na hora a gente faz tudo diferente mesmo (eu faço!)... Mas é que eu não quero mesmo perder você.

Quando o fim é o melhor...

A maior tristeza que  se pode sentir.. É aquela da hora em que você percebe que não consegue fazer a pessoa que você ama feliz! No momento exato que vê o quanto tudo ficará melhor se estiverem longe um do outro. 
É a tristeza de quem ama de verdade, porque só o amor verdadeiro é capaz de abdicar da presença pela felicidade mutua, pelo provável maior crescimento do outro, se longe. E a saudade vai  doer.

Expectativas desleais...

_A gente pode acabar essa discursão com apenas uma pergunta e uma resposta!
_Pois faça!
_Você realmente quer estar comigo?
_Se eu não quisesse não estaríamos nem tendo essa conversa.

É que eu sempre imagino demais.. Vivo num mundo de espectativas cinematográficas. Na verdade eu espera ouvir no mínimo um:
_É claro que eu quero!

Eu viajo demais, ou é opnião geral???

Será que está mesmo acabando?


Nunca fui tão diferente de mim...

Nunca estive tão lúcida, nem tão certa de tudo. Nunca lutei tanto por alguém que nem quero tanto assim, nem fugi tão desesperadamente das decisões emocionais. Não sei de onde estou tirando tanta força pra  aguentar, pra resistir e continuar. Só sei que mais do que nunca, me eximi de qualquer culpa que eu pudesse sentir por minhas atitudes.
Nunca fui tão razão, nem passei tanto por cima dos meus desejos. Nunca deixei de lado minhas lembranças pra tentar fazer o hoje dar certo, nem abdiquei tanto da minha vida pra tentar concertar a vida de outra pessoa. Mas talvez eu esteja tentando concertar o que não tem concerto, o que pra mim parece errado, mas que na verdade dever ser certo pra alguém...
Nunca tentei adaptar ninguém a mim, nem tão pouco havia me adaptado tanto a vida de alguém. Nunca fui tão sóbria, nem tão forte a ponte de fugir de mim mesma. Mas de que me valeu? Eu não sinto um buraco dentro de mim, não! Pois pra que haja um buraco é preciso que se tenha algo em volta e eu hoje só consigo sentir NADA.  

Meu novo amigo Tempo!


Eu estou infinitamente cansada de desistir das pessoas e principalmente de cobrar um tantão a mais das pessoas que mais amo. Às vezes me vejo sendo tão doce e compreensiva com pessoas que nem conheço enquanto sou tão ríspida com minha irmã e tão incompreensiva com meu namorado.
Esses últimos dias foram terríveis pra mim.. Eu estava uma pilha de nervos, queria terminar o namoro, fugir do país e algumas coisas mais mirabolantes daquelas que você pensa quando ta de TPM – e eu não tô. Mas por um milagre divino eu coloquei na minha cabeça que dessa vez ia ser diferente.
Depois de tantos namoros terminados por bobagens, inclusive o mesmo namoro terminado duzentas vezes e na maioria delas sem nenhum motivo relevante, términos que desgastariam (e o fizeram) até o mais resistente e verdadeiro dos amores, parece que eu finalmente aprendi a ter calma e deixar o tempo passar um pouquinho.
Pra mim o tempo só servia pra desgastar e esperar que tudo se resolvesse ao léu fazia eu me sentir uma fraca. Pra que esperar se eu tenho todo o resto do mundo pra provar? Mas sabe.. dessa vez não!
Pela primeira vez eu esperei e percebi a força que o tempo tem. Como ele mostra a saudade e quanto o outro representa, como ele nos acalma e deixa o que o pior passar e nos faz lembrar de novo que não é de todo ruim, que na verdade a maior parte do tempo foi de coisas boas.
Cada dia que passa vejo que amar não é só ter amor, amar é perceber, compreender, esperar e até agüentar, amar é viver o amor e às vezes deixar de vivê-lo também. Tem o viver intensamente e tem o tal do dar tempo ao tempo. É aprendizado constante e árduo e sabe o que mais, mesmo com tudo, mesmo com quedas e lágrimas eu sempre prefiro amar. Foi bom aprender com o tempo.
Pra ouvir, pensar, acalmar e sorrir..

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates