Resto de nada...

Um lugar na grama verde,
Luz do sol por entre as arvores,
Uma paz tão incomum.
Pensamento vai pra longe
Nessa universidade me encontro em lugar algum.

Pareço perdido a observar todos que passam
Tal vez um bandido,
Ladrão de imagens que marcam!

Nesse instante vejo natureza misturar-se com modernidade,
Observo minha linda cidade
Palco de quantos amores que eu queira amar...

Aqui me vejo só!
Mas não me sinto assim.
Eu vim do pó
E esse de certo será o meu fim.

Mas mesmo eu aqui só,
Sinto a força de todos que lutam,
Recordo paisagens que mudam,
Talvez o mundo também possa mudar!

Somos restos de nada quando não se sabe viver..
Tente imaginar o mundo sem eu ou você!
Talvez não faça tanta diferença
Mas poderia fazer..

Porque que nenhuma prisão em qualquer lugar
Pode te impedir de voar.
Acho possível transpor o tempo e o espaço pelo amor,
Por acreditar!

Por que mesmo assim
Aqui parada e só.
Sei que tanto faz,
O que se fez é o que fica...
Pois tudo volta ao pó!

0 ...:

Postar um comentário

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates