Direito a ser feliz!

Essa semana eu chorei o pavor dessas crianças. Assisti 'Profissão Repórter' na terça sobre estupro, mais de 50% das vítimas são crianças. Vi sobre o bullying em todos os meios de comunicação e ontem antes de sair pra aula vi a notícia na Ana Maria Braga do massacre na escola do Rio de Janeiro. Mais uma vez chorei e continuarei chorando enquanto me sentir impotente diante disso tudo.
Eu não sou a pessoa mais certa do mundo, estou longe disso até, mas pra mim é demais aceitar que certas coisas acontecem, coisas pavorosas como essas. Eu que não tenho lá toda paciência do mundo com meus irmãos e nem penso muito em ter filhos, sei que as crianças são sagradas, indefesas, puras. Eu chorei não por imaginar que podia ser com alguma das minhas crianças (irmãos, primos, conhecidos), eu chorei por serem crianças de alguém, pela dor que elas sentiram e pela dor que sua família sente.
Não me considero sensível, mas como eu chorei. Não consigo olhar pra uma criança e pensar além de bagunça, perguntas que eu acho bobas, mas que um dia já fiz, carinho, brincadeiras e inocência.
Não consigo parar de pensar em tudo isso. Nessas crianças violadas que jamais esqueceram o que houve, que se sentirão culpadas de alguma forma (não sei por que isso ocorre a vítimas de estupro), que sentiram sempre dificuldade de confiar. "Como confiar em alguém, se não pude confiar no eu próprio pai?", vocês já pararam pra pensar sobre isso? Como uma criança que sempre foi humilhada por todos, que na verdade deveriam ser seus parceiros e cúmplices de descobertas e conquistas, vai conseguir ter auto-estima um dia? Se pra nós "adultos" é tão difícil superar uma humilhação, que dirá pra uma criança? E quantos futuros foram arrancados ontem abruptamente de tantas crianças, quantos filhos foram tirados dos pais e quantos amigos vão sentir falta dos que se foram?
Na minha cabeça não entra a possibilidade de o mundo está caminhando pra isso. Que adultos serão formados nessas circunstancias? Essa resposta eu sei. Pessoas medrosas, sem confiança, vingativas, suicidas... Tenho medo do futuro, não só do Brasil, mas do mundo. Espero que não só eu esteja vendo isso e que todos consigam enxergar principalmente que criança tem o DIREITO a ser feliz.
Leia mais sobre Bullying:
Brasil Escola
Procurando um ponto de equilíbrio





Leia mais sobre os direitos da criança e do adolescente:
Profissão Repórter 05/04/2011 parte 2 Violência Sexual

    2 ...:

    VIVI - VENCENDO CADA DIA!!! disse...

    Oie amiga

    É horrível essa violência toda mesmo, dá pra ficar de queixo caido!!
    E se vc pensar, a violência vem de pessoas conhecidas da gente, do nosso convívio!!
    Esse é o fim dos tempos mesmo!!!

    beijos e um bom fim de semana

    Claudius Domingues disse...

    Razão em ter melhor da então loucura, se é da moral a filha da justiça; justiça deveria descobrir a inocência e não culpar com injustiça, sem senso de moral. Deus existe e dai perdão aos que a ela suplicam...Abs de Claudius...

    Postar um comentário

     
    Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
    Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
    Wordpress Theme by EZwpthemes
    Blogger Templates