Eterno dilema

Estou tão confusa e o pior é que isso nem é mais novidade pra ninguém. Não quero mais que seja assim, não quero ser lembrada como “a que não sabe o que quer”, porque “..pra quem não sabe onde quer chegar qualquer lugar serve.”. Queria decidir e pronto. Não vou ficar porque não quero me envolver ou vou ficar e deixa acontecer, aproveitar e pronto. Mas não eu tenho que complicar...
Fico nesse eterno dilema e eternamente tentando sair dele. Pra algumas pessoas é tão fácil decidir, mas pra mim tem sempre uma opção menos dolorosa ali no cantinho, um refugio. E eu acabo não fazendo nada direto, nem vivo e arrisco tentando ser feliz, nem fico no meu cantinho segura. Arrisco um pouquinho e então volto. Descanso e sinto saudade do risco.
Afasto as pessoas porque escolhi ficar sozinha, mas a noite choro com medo da solidão. Escrevo sobre o amor e sobre mim, mas sei que esses são os dois assuntos que menos entendo e que mais me confundem.
Sinto falta de uma direção um caminho certo, mas é certo que prefiro o desconhecido. Então deixa... se ainda estou aqui, se sobrevivi e vivi e sorri deve ser porque tinha mesmo que ser assim.

“Esse caso não tem solução,
sou fera ferida,
no corpo,
na alma e no coração..”
FERA FERIDA            
(Roberto carlos e Erasmo Carlos)

0 ...:

Postar um comentário

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates