Nunca fui tão diferente de mim...

Nunca estive tão lúcida, nem tão certa de tudo. Nunca lutei tanto por alguém que nem quero tanto assim, nem fugi tão desesperadamente das decisões emocionais. Não sei de onde estou tirando tanta força pra  aguentar, pra resistir e continuar. Só sei que mais do que nunca, me eximi de qualquer culpa que eu pudesse sentir por minhas atitudes.
Nunca fui tão razão, nem passei tanto por cima dos meus desejos. Nunca deixei de lado minhas lembranças pra tentar fazer o hoje dar certo, nem abdiquei tanto da minha vida pra tentar concertar a vida de outra pessoa. Mas talvez eu esteja tentando concertar o que não tem concerto, o que pra mim parece errado, mas que na verdade dever ser certo pra alguém...
Nunca tentei adaptar ninguém a mim, nem tão pouco havia me adaptado tanto a vida de alguém. Nunca fui tão sóbria, nem tão forte a ponte de fugir de mim mesma. Mas de que me valeu? Eu não sinto um buraco dentro de mim, não! Pois pra que haja um buraco é preciso que se tenha algo em volta e eu hoje só consigo sentir NADA.  

1 ...:

MaahLuh disse...

Ja me senti assim, tentando mudar o outro e a mim mesma pra tentar nos nos encaixar num mundo perfeito, num relacionamento onde eu não sentia nada. Resultado: Passei a sentir algo, mas não consegui mudar nada nele e só me frustrei por aprender a amar alguém que nada tinha de admirável por mim e que não tentou me amar por um segundo se quer depois que o encantamento acabou. Não vale a pena!

Postar um comentário

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates