Preferimos não tentar.

Foi triste saber que você não é o que me mostrou nos últimos dias e talvez até seja, mas não queira ser. Pode ter sido sincero, ter tentado, mas não da pra fugir totalmente da realidade, nem mesmo quando um sonho bom acontece. Não, você não podia perder a imagem que criou por tanto tempo assim em alguns dias, por alguém que você sequer sabia se dizia a verdade. Melhor nem se dar ao trabalho de tentar.
Imaginava em você algo tão distante e se mostrou próximo, tão vazio e se mostrou curioso aos mistérios da vida. Irresponsável, inconseqüente são características que não cabem mais ao meu lado. Teimo em ver o bem sucedido jovem que não deu sorte em um pequeno momento que mudou tudo. Não consigo distinguir o que é real do que eu quero ver. Quem é você?
Também não estou num momento de correr riscos. Por isso foi tão fácil, deixamos passar, fingindo acreditar que estava tudo bem para os dois e que não tinha passado de teatro tudo que houve nessas duas semanas...e foi tanto! E eu te falei, “você não sabia que invento sentimentos com palavras?” e você respondeu sorrindo com mais uma de suas famosas brincadeiras sarcásticas, “Claro sim! E não lembra tanto do meu beijo, ta? É que fiz um curso pra torná-lo inesquecível.”. Nós rimos e nos despedimos, “acreditando” piamente em nossas falsas verdades.
Lembro do seu beijo inesquecível que criamos juntos em meio a tanto barulho que nem ouvíamos... E sei que minhas palavras mal escritas naquele guardanapo martelarão ainda por algum tempo na sua cabeça, não todo tempo, antes do sono chegar talvez ou quando em outro bar barulhento você enxergar meu sorriso em outro alguém.
Quem é você de verdade? Não me importa mais, nunca importou. Só nunca vou esquecer o que você foi pra mim.

4 ...:

Dry disse...

Genteeeeee..q fofo teu blogg
Amei!!!!!!!!!!!!
Seguindoooo
E visitando sempreeee
Beijoss

Sobrepuja - se disse...

Ahh que triste!!!
ahh esses casos de amor mal resolvidos

=(

Mayara Mader disse...

O que seria da vida sem "esses" casos de amor mal resolvidos... Ou cheio de tentativas de resolver?
O que seria de mim e das coisas que escrevo sem os amores mal ou bem resolvidos do mundo?

Anônimo disse...

Adoooreiiii, sem palavras até...
By: janiele coutinho.

Postar um comentário

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates