Tão só....


Uou, uou!!! Cadê todo mundo que via por aqui? Onde estão os personagens desse filme? Será que todo mundo fugiu ou sou eu que não estou enxergando mais? Onde está o meu amor, aquele que nem consigo lembrar a hora que se foi? Onde estão o meus amigo que sempre estiveram por qui pra compartilhar os bons e maus momentos?
As vezes eu posso ouvir a longe a vozes deles e até consigo sentir os seus cheiros. Mas não tem mais nenhuma inteiração. Eu passo os meus dias no calor do Ceará, correndo pra lá e pra cá e as noites no frio do meu quarto, sozinha sempre. Com frio, saudade e sem a mínima lembrança do que é amar.
E não importam quantas pessoas estejam a passar pelo meu caminho e nem quantas pessoas durmam na mesma casa que eu. Não tenho mais ninguém... Estou sempre aqui só. Não há mais alegria, não há tristeza também. Não há dança, nem música, nem arte. Só eu indo e vindo na solidão da minha vida vazia.

Mal sabia ela que tudo iria passar e que o único que "estranharia" seria o calor.... 


A dona da história

O que é isso que eu tô fazendo mesmo? Eu não pensei que viver fosse assim deixar tudo correr pra onde quiser.. Não pensei que esqueceria que o amor como os dos filmes são (e que eles até me pareceriam bobos). Eu nunca pensei que perderia o doce desejo.
As oras vão passando, os dias vão seguindo. E eu teno feito feito regularmente as mesmas coisas. As mesmas brigas, as mesmas mentiras, a preguiça (ou seria medo de mostrar que eu estava errada, mais uma vez) de mudar as coisas de novo.
Não foi essa a história que eu escolhi pra minha vida. E porque eu tô deixando ela me levar assim desse jeito? U não nasci pra ser velha, triste ou reprimida. Será que isso dura?

Meu mundo é um moinho...

Sentindo a mudança mais uma vez..

"Eu quero dizer agora, o oposto do que eu disse antes.. Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante..."  Metamorfose Ambulante - Raul Seixas
Eu penso vários textos, sobre o passado, sobre o que aprendi e o  que ainda quero saber. Mas não estou mais conseguindo coloca-los pra fora. Não sei que já falei isso aqui, mas é que o meu pensamento corre em prosa e as  vezes até em verso e antigamente não era necessário força alguma pra que esses pensamentos passassem para o papel tal e qual ou mais bonito que a ideia inicial.
É como se as complicações já tão complexas que não seriam interessantes de serem lidas ou se, por outro lado outras eu achasse bobas demais. Estou achando o "Se é loucura então melhor nem ter razão" não condiz mais comigo. Tal vez eu esteja mudando mais uma vez e ainda não sei bem como mostrar-me. 
Como se a metamorfose estivesse exatamente no meio, quando a borboleta ainda não abriu assas e os pedaços casulo, que ainda lembram a lagarta, ainda estão presos a mim.
Ainda pode ser cedo para dizer "Adeus" ou "Tudo acabou", já que ainda hoje tenho lapsos de infantilidade que me lembram os 7 anos mimados da minha vida, então provavelmente essa minha adolescência tão longa e doce me acompanhará ainda por muito tempo, queira Deus que por uma vida inteira. E eu sim me  apaixonarei denovo e terei pensamentos impulsivos, seja por outros ou pelo mesmo no decorrer dos anos e será aqui que despejarei todo esse sentimento.
 Mas o fato é que essa mudança, esse abandono já vinha acontecendo, o "Meu mundo é um moinho" já esta aí há algum tempo, porque já estava querendo escrever outras coisas  que não cabiam aqui. O caminho é longo, sacrificado, mas a estrada geralmente é linda!!! Vou indo... Foi sempre muito bom está por aqui, até nos piores momentos (acho que principalmente neles).

Dia complicado..e ainda assim Feliz

Estou cansada de tanto colocar coisas pra lá e pra cá sem nada dá jeito... É estranho demais essa sensação de perder o meu reino. Já dormi  tantas vezes aqui, mas hoje tá tão mais difícil.. Ter você do meu lado parece que ajuda.. Aaah é isso! Lembrei porque estou aqui.

 
Copyright 2009 "Se é loucura, então melhor nem ter razão..." All rights reserved.
Free Blogger Templates by DeluxeTemplates.net
Wordpress Theme by EZwpthemes
Blogger Templates